(VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA - SISTEMAS DE INFORMAÇÃO) SINAN


SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO – SINAN


O SINAN é a base de dados e informações de notificação e investigação de 67 doenças e agravos, surtos e saúde do trabalhador.
Em média são notificados e investigados 120.000 casos/ano. Cada agravo, conforme instrução normativa do MS, tem seu prazo oportuno de encerramento e alimentação regular.
No Paraná, o SINAN conta com aproximadamente 4.500 fontes notificadoras. Para alguns agravos o controle se dá por meio das notificações negativas, que giram em torno de 110.000 ano, e que permitem, também, o controle das subnotificações, ainda uma realidade no Estado, evidenciada quando se cruzam informações com outros sistemas (SIM, SIH) e LACEN.
Tem com principais funções: consolidar dados, prestar apoio técnico para utilização e operacionalização, estabelecer fluxos e prazos para o envio dos dados, distribuir as versões e seus instrumentos de coleta, enviar regularmente os dados à SVS/MS, avaliar a regularidade, completitude, consistência, integridade dos dados e duplicidades de registros, realizar análises epidemiológicas e operacionais, retroalimentar as informações para os integrantes do sistema, divulgar informações e normatizar aspectos técnicos de caráter complementar à atuação federal.
É necessário construir Indicadores para análise de alguns agravos de notificação compulsória, no nível nacional e estadual.
O SINANNET está implantado nas Secretarias Municipais de Saúde dos 399 municípios do Paraná, descentralizado para os 9 Distritos Sanitários de Curitiba, em 1 Núcleo Hospitalar Epidemiológico (HC), em alguns Centros de Referências de Especialidades (CRE) e também no Centro Estadual de Saúde do Trabalhador (CEST). Há programação para descentralizá-lo também para os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (CERESTS) e Unidades Sentinelas na medida em que houver a implantação dos mesmos, no âmbito da Política Estadual de Saúde do Trabalhador.
O SINANNET, programa de padrão nacional, está em uma nova plataforma, sofrendo mudanças freqüentes de versões, devendo estabilizar-se a partir de outubro de 2007, segundo informação do MS.
Recomendar esta página via e-mail: