(Vigilância Ambiental - Zoonoses e Intoxicações) Medidas de Controle


Ofidismo: as medidas de controle individuais para os trabalhadores são regulamentadas por lei que obrigam o uso de botas de cano alto, perneiras e luvas. Dentre as medidas de prevenção coletiva, deve ser ressaltado que o peridomicílio e as áreas de estocagem de grãos devam ser mantidas limpas pois, havendo facilidade para a proliferação de roedores, atraem serpentes, que os utilizam como alimento. Deve ser ainda divulgado, junto às populações de risco, que animais como gansos, emas, seriemas, dentre outros, são ofiófagos e devem ser protegidos.

Escorpionismo e Araneísmo:
limpeza periódica do peridomicílio, evitando-se acúmulo de materiais como lenha, tijolos, pedras para evitar alojamento e proliferação de escorpiões. Cuidados de higiene das residências, manejo adequado do lixo, vedação da soleira das portas são medidas gerais auxiliares importantes na prevenção de acidentes por aranhas e escorpiões. O uso de inseticidas no controle desses animais é muito discutido.

Referência: Guia Brasileiro de Vigilância Epidemiológica 1998.
Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde
Recomendar esta página via e-mail: