(Vigilância Ambiental - Zoonoses e Intoxicações) Prevenção de Acidentes

Como Prevenir

Acidentes com Ofídios

  1. Usar botinas com perneiras ou botas de cano alto no trabalho pois 80% das picadas atingem as pernas abaixo dos joelhos.

  2. Usar luvas de couro nas atividades rurais e de jardinagem. Não colocar as mãos em buracos na terra, ocos de árvores, cupinzeiros, utilizando para isso um pedaço de pau ou uma enxada.

  3. Examinar os calçados, pois serpentes podem refugiar-se dentro deles.

  4. Vedar frestas e buracos em paredes e assoalhos.

  5. Limpar as proximidades das casas, evitando folhagens densas junto delas.

  6. Evitar acumulo de lixo, entulhos e materiais de construção.

  7. Avaliar bem o local onde montar acampamentos e fazer piqueniques.

  8. Preservar inimigos naturais (raposa, gambá, gaviões e corujas) e criar aves domésticas, que se alimentam de serpentes.


Acidentes com Aranha e Escorpiões

  1. Usar calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem.

  2. Examinar e sacudir calçados e roupas pessoais, de cama e banho, antes de usá-las.

  3. Examinar camas das paredes e evitar pendurar roupas fora de armários.

  4. Não acumular lixo orgânico, entulhos e materiais de construção.

  5. Limpar o domicílio, observando atrás de móveis, cortinas e quadros.

  6. Vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros, meia-canas e rodapés. Utilizar vedantes em portas, janelas e ralos.

  7. Limpar locais próximos das casas, evitando folhagens densas junto delas e aparar gramados.

  8. Combater a proliferação de insetos, principalmente baratas e cupins, pois são alimentos preferidos dos aracnídeos.

  9. Preservar os inimigos naturais e criar aves domésticas, por se alimentarem de aracnídeos.


Acidentes com Lagartas

  1. Olhar, atentamente, para as folhas de troncos de árvores, evitando contato com as taturanas.

  2. Verificar presença de folhas roídas, casulos ou pupas e fezes de lagartas no solo.

  3. Usar luvas quando manipular troncos, árvores frutíferas ou em atividades de jardinagem.

Primeiros Socorros

  1. Lavar o local da picada de preferência com água e sabão.

  2. Não fazer cortes, perfurações, torniquetes, nem colocar produtos caseiros, pois estes agravam o envenenamento.

  3. Manter o acidentado calmo, podendo oferecer água ou chá para beber.

  4. Levar a vítima, rapidamente, para o serviço médico mais próximo, levando se possível o animal agressor, mesmo morto, para facilitar o diagnóstico.

  5. Lembre-se: nenhum remédio caseiro substitui o soro antipeçonhento.

TODOS OS ANIMAIS PARTICIPAM ATIVAMENTE DO EQUILÍBRIO ECOLÓGICO E SÃO DE GRANDE UTILIDADE NO CONTROLE DE PRAGAS.APRENDA A CONVIVER EM HARMONIA COM OS ANIMAIS, RESPEITANDO SEU ECOSSISTEMA, EVITANDO ASSIM GRAVES ACIDENTES.

Recomendar esta página via e-mail: