(CPEM) Apresentação


Nesses últimos anos, diante das transformações políticas ocorridas, vivenciamos o processo de descentralização das ações de saúde, sobre tudo o controle de endemias, cuja a responsabilidade era da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA). O Ministério da Saúde, no que se refere à organização do Sistema Único de Saúde (SUS) e às atribuições do sistema relacionadas à epidemiologia, prevenção e controle de doenças, distribuiu as competências da União para estados, municípios e Distrito Federal. Coube ao Estado, entre outras atribuições, a coordenação das ações de vigilância para as doenças transmitidas por vetores, incluindo a realização de inquéritos entomológicos. Assim, a Secretaria de Estado da Saúde (SESA) assume as ações no Paraná herdando os Núcleos de Entomologia estruturados na FUNASA, onde equipes estavam estrategicamente distribuídos de forma eficiente, cobrindo todo o território. São Agentes de Saúde Pública e Guardas de Endemias de nível médio, sendo 2 técnicos formados em ciências biológicas com especialização em Entomologia Médica pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, 14 com curso para técnicos auxiliares de entomologia e outros com capacitações nas áreas de formação de laboratorista, de ecologia, taxonomia e controle de vetores (ver equipe). Esta mão de obra especializada atuou, e ainda atua, em ações de Vigilância Entomológica e pesquisas aplicadas. Muitas das vezes, em conjunto com universidades e outras instituições, gerando conhecimento científico no campo da Saúde Pública. Hoje estas equipes estão subordinadas ao Centro de Saúde Ambiental da SESA, responsável pela Vigilância Ambiental que tem como objetivo detecta e prevenir os fatores biológicos, físicos, químicos e psicossociais que interferem na saúde e na qualidade de vida do ser humano, incluindo o monitoramento de vetores.
A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA) possui atualmente uma Coordenadoria de Pesquisas em Entomologia Médica (CPEM) situado na cidade de Jacarezinho, norte do Estado, mas atuando pelo nível central em Curitiba. Esses núcleos estão administrativamente ligados as regionais de saúde a que pertencem e tecnicamente ao nível central através do CPEM:
  • Núcleo de Entomologia de Paranaguá (1ª Regional de Saúde);
  • Núcleo de Entomologia de Foz do Iguaçu (9ª Regional de Saúde);
  • Núcleo de Entomologia de Porto Rico (14ª Regional de Saúde);
  • Núcleo de Entomologia de Maringá (15ª Regional de Saúde);
  • Núcleo de Entomologia de Londrina (17ª Regional de Saúde);
  • Núcleo de Entomologia de Jacarezinho (19ª Regional de Saúde);
  • Núcleo de Entomologia de Guaíra (20ª Regional de Saúde).
Distribuição dos Núcleos de Entomologia em atividade no Estado do Paraná:
Recomendar esta página via e-mail: