Palivizumabe

O Governo do Estado, pelo terceiro ano consecutivo, vai disponibilizar gratuitamente na rede pública de saúde o Palivizumabe, medicamento indicado para aumentar a proteção de bebês prematuros contra a infecção pelo Vírus Sincicial Respiratório (VRS). A partir de abril de 2016, o medicamento estará disponível para recém-nascidos prematuros que tenham indicação médica e que façam parte dos grupos definidos nos protocolos técnicos Portaria SAS/MS 522/2013 e Nota Conjunta Sesa 04/2016.

Seguindo uma recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria, o Governo do Paraná ampliou a faixa de acesso ao medicamento para proteger mais crianças.  O protocolo do Ministério da Saúde só indicava o Palivizumabe para bebês prematuros de três grupos: crianças menores de um ano de idade que nasceram prematuras, com idade gestacional menor ou igual a 28 semanas; crianças menores de dois anos com doença pulmonar crônica da prematuridade; crianças menores de 2 anos com doença cardíaca congênita, com repercussão hemodinâmica demonstrada.

Com a decisão do Governo do Estado, também têm direito ao Palivizumabe prematuros que nasceram a partir de novembro/2015 cujo parto tenha sido realizado entre 29 e 31 semanas e seis dias de gestação.

Como solicitar o Palivizumabe?

Para solicitar o medicamento, o responsável pelo bebê deve comparecer à Farmácia do Paraná de referência de seu município portando documentos pessoais da criança e receituário médico com indicação do palivizumabe e formulário específico preenchido.

Quais os locais de aplicação?

O medicamento poderá ser aplicado no serviço hospitalar, caso o bebê esteja internado, ou em um dos treze Pólos de Aplicação em Curitiba, Campo Largo, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, Cascavel, Maringá, Londrina, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Pato Branco, Apucarana, Santo Antônio da Platina e Toledo. Nos casos indicados, o palivizumabe pode ser administrado em até cinco doses, a cada 30 dias, entre os meses de abril e agosto, período crítico para circulação do Vírus Sincicial Respiratório (VSR).

Quais são os critérios para receber o palivizumabe?

- Crianças menores de 1 ano de idade, que nasceram prematuras com idade gestacional menor ou igual a 28 semanas.

- Crianças menores de 2 anos de idade, com doença pulmonar crônica da prematuridade.

- Crianças menores de 2 anos de idade, com doença cardíaca congênita, com repercussão hemodinâmica.

- Crianças menores de 1 ano de idade, que nasceram prematuras com idade gestacional entre 29 e 31 semanas e 6 dias, e com menos de 6 meses no início da sazonalidade (abril).


Conteúdo para profissionais de saúde:

Documentos Necessários para Solicitação do Palivizumabe

Nota Técnica Conjunta SESA N° 04/2016


Formulário para Solicitação, Avaliação e Autorização de Palivizumabe
Recomendar esta página via e-mail: