LOGÍSTICA REVERSA DE MEDICAMENTOS

PEVASPEAR












A automedicação e o uso irracional de medicamentos contribuem para que os medicamentos estejam dentre as principais causas de intoxicação! Somado a isso, tem-se ainda que o descarte inadequado de medicamentos, como nos vasos sanitários, lixo comum, pia, esgoto, queima a céu aberto, gera um grande passivo ambiental.

Dessa forma, o uso racional de medicamentos e o descarte adequado dos mesmos é fundamental para a manutenção do meio ambiente, saúde humana e animal. Neste sentido a Logística Reversa de Medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso constitui um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados para coleta e destinação final ambientalmente adequada dos medicamentos.

RECOMENDAÇÕES

  • Siga o tratamento pelo tempo recomendado
  • Sempre verifique a data de validade
  • Não use medicamentos vencidos
  • Tome os medicamentos no horário correto, na dose recomendada e no período de uso determinado
  • Informe um profissional de saúde caso apareça qualquer sintoma inesperado
  • Não descarte medicamentos no vaso sanitário, lixo comum ou esgoto
  • Procure sempre ponto de coleta para o descarte adequado

 

Caso haja em sua residência medicamentos vencidos, ou sobras de medicamentos que não serão mais utilizados, procure o ponto de descarte mais próximo.

Veja aqui quais são os pontos de coleta.



PROGRAMA DE LOGÍSTICA REVERSA DE MEDICAMENTOS DOMICILIARES VENCIDOS OU EM DESUSO

Existem empresas localizadas no Estado do Paraná que realizam a coleta permanente de medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso.

PEVASPEA

Campanha de Logística Reversa de Medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso

Com o objetivo de intensificar a coleta e atingir o maior número de localidades nas 22 Regionais de Saúde, o Governo do Estado do Paraná promove de 15/08/2018 a 15/10/2018 uma campanha para descarte de medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso.








LEGISLAÇÃO

  • Lei nº 12.305, de 02 de agosto de 2010, que Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos;
  • Lei Estadual nº 17.211, de 03 julho de 2012, que Dispõe sobre a responsabilidade da destinação dos medicamentos em desuso no Estado do Paraná;
  • Decreto nº 9.213, de 23 de outubro de 2013, que regulamenta a Lei nº 17.211, de 03 de julho de 2012, que dispõe sobre a responsabilidade da destinação dos medicamentos em desuso no Estado do Paraná

 


REALIZAÇÃO

Governo do Estado do Paraná
Secretaria de Estado da Saúde - SESA
Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – SEMA

APOIO

Conselho Regional de Farmácia do Estado do Paraná – CRF-PR

Consórcio Paraná Saúde

Embrart - Embalagens inteligentes

Grupo Técnico de Medicamentos do Paraná – GTM-PR

Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba - SMS

Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba - SMMA

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo – SINDUSFARMA

Sindicato das Indústrias de Papel e Celulose do Paraná - SINPACEL

Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado do Paraná – SINDIFARMA

Sindicato dos Farmacêuticos no Estado do Paraná – SINDIFAR

Uniandrade

Universidade Federal do Paraná – UFPR

 

Recomendar esta página via e-mail: