PROJETO VIDA NO TRÂNSITO

No Brasil, os acidentes de trânsito representam, entre as causas externas, uma das maiores causas de internação e óbitos, além de gerarem altos custos sociais, como os cuidados em saúde, perdas materiais, despesas previdenciárias e grande sofrimento para as vítimas e seus familiares, razão de sua relevância. Sua ocorrência está relacionada, na maioria das vezes as atitudes e posturas que levam ao aumento de riscos e a situações a eles vinculados.

O Projeto Vida no Trânsito (PVT) é uma iniciativa brasileira voltada para a vigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito e promoção da saúde, em resposta aos desafios da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Década de Ações pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020, cujas metas de segurança no trânsito foram incorporadas à nova Agenda 2030, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Tem como foco das ações a intervenção em dois fatores de risco priorizados no Brasil: dirigir após o consumo de bebida alcoólica  e velocidade excessiva e/ou inadequada, além de outros fatores ou grupos de vítimas identificados localmente a partir das análises dos dados. No Paraná, em 2010, foi implantado em Curitiba, em 2013 expandido para Foz do Iguaçu e São José dos Pinhais e em 2017 houve a expansão para Campo Mourão, Cascavel, Francisco Beltrão, Londrina, Maringá, Paranavaí, Ponta Grossa, Toledo, Paranaguá.

Os principais eixos de atuação do PVT são: articulação intersetorial; qualificação e integração das bases de dados; análise de fatores de risco, condutas inadequadas dos usuários do trânsito, fatores contributivos e grupos de vítimas envolvidos nos acidentes de trânsito; elaboração de um plano de ações integradas e intersetoriais de segurança no trânsito e execução das intervenções intersetoriais e integradas; monitoramento; renovação e expansão.

DADOS EPIDEMIOLÓGICOS

ANÁLISES EPIDEMIOLÓGICAS

APRESENTAÇÕES

Recomendar esta página via e-mail: