Matérias da SESA

16/10/2014

Paciente de Foz do Iguaçu não tem ebola

Autoridades sanitárias de Foz do Iguaçu e da Secretaria Estadual da Saúde descartaram na manhã desta quinta-feira (16) a suspeita de ebola em paciente atendido na Unidade de Pronto Atendimento João Samek, no município de Foz.

O paciente, um homem de 22 anos, é brasileiro, filho de libaneses, morador de Foz do Iguaçu que esteve em viagem internacional pela China, Dubai, Líbano e Itália. Procurou atendimento na madrugada desta quinta-feira (16) com febre, náuseas e icterícia.

“O protocolo de suspeita de ebola foi inicialmente acionado pelos profissionais da Unidade de Saúde por conta de suas viagens. Em algum momento houve a informação de que ele poderia ter passado pelos países africanos com circulação do vírus de ebola, mas essa informação foi descartada pelo próprio paciente e as autoridades tiveram acesso a seu passaporte que não registra passagem pela África”, explica o superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Sezifredo Paz.

A Unidade de Pronto Atendimento foi temporariamente fechada e o paciente isolado, mas como o caso foi oficialmente descartado para ebola, a UPA já foi reaberta ao público.

O Ministério da Saúde foi imediatamente informado da possível suspeita de ebola e acompanha todos os procedimentos tomados.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.