Matérias da SESA

22/02/2017

Conselho Estadual da Saúde tem nova mesa diretora

saO pleno do Conselho Estadual da Saúde (CES-PR) elegeu nesta quarta-feira (22) sua nova mesa diretora para a gestão 2017. Em assembleia extraordinária, realizada em Curitiba, a chapa única de oito membros foi escolhida por maioria de 25 votos. Já a partir de quarta, a presidência fica a cargo do conselheiro Marcelo Hagebock Guimarães, representante dos trabalhadores da Saúde.

Indicado pelo Conselho Regional de Educação Física (CREF9/PR), Hagebock afirma que a intenção é dar continuidade ao trabalho de fortalecimento do controle social no Paraná. “Implantaremos uma gestão participativa. Nossa ideia é dar espaço para as decisões coletivas, sempre em prol da saúde pública do Estado”, disse ele.

O novo presidente lembrou ainda que o Conselho terá dois grandes desafios pela frente ao longo do ano. “Temos duas conferências estaduais importantes para organizar. Uma sobre saúde da mulher e outra sobre Vigilância em Saúde. Dois temas relevantes, que precisam da participação efetiva da população nas discussões”, ressaltou.

Na ocasião, também tomaram posse o 1º Vice-presidente Guilherme Graziani (Sesa), representante dos gestores; a 2ª Vice-presidente Clarice Siqueira dos Santos (Pastoral da Criança), representante dos usuários; e a 3ª Vice-presidente Márcia Zambrim (Pastoral da Saúde), representante dos usuários.

fsdhA mesa diretora é composta ainda pelo 1º Secretário Rangel da Silva (Fehospar), representante dos prestadores do SUS; 2ª Secretária Graciele de Pintor (Sindfar), representante dos trabalhadores da Saúde; 1º Tesoureiro Ângelo Barreiros (Conam), representante dos usuários; e 2ª Tesoureira Maria Elvira de Araújo (Assempa), representante dos usuários.

Logo após a eleição, o diretor-geral da Secretaria da Saúde, Sezifredo Paz, fez questão de enaltecer o trabalho desenvolvido pela mesa diretora anterior e desejou boa sorte aos novos membros. “Capitaneado pela competente Zuleide Dalla Costa, o Conselho avançou muito no último ano. Este diálogo que estabelecemos com o controle social tem beneficiado diretamente a população, pois traz a nós, gestores, a visão dos diversos segmentos envolvidos no SUS”, destacou.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.