Matérias da SESA

18/04/2017

Saúde da mulher é tema de debates por todo o Paraná

Saúde da mulher é tema de debates por todo o ParanáNa última semana o Conselho Estadual de Saúde deu início às Conferências Macrorregionais de Saúde da Mulher. A primeira ocorreu em Londrina na quarta-feira (12) para os municípios que fazem parte da Macrorregional Norte. Nesta segunda e terça-feira (17 e 18), a Macrorregional Leste recebeu o encontro em Curitiba. Cascavel (Macrorregional Oeste) também recebe o evento nesta terça-feira (18) e Maringá (Macrorregional Noroeste) na quarta-feira (19).

“A importância da mulher na sociedade atual é inquestionável. Discutir e desenvolver programas e políticas voltadas especialmente a esse público é essencial. Em meio à correria do dia a dia, não podemos permitir que essa mulher deixe de lado o cuidado com a saúde, mesmo quando inserida no mercado de trabalho”, enfatiza o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.

As conferências foram organizadas para discutir assuntos relacionados à saúde da mulher. As discussões são divididas em eixos que abordam temas diversos para dar origem a propostas para a área. São discutidas as relações do trabalho com a saúde da mulher, o papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e a influência na vida das mulheres, a vulnerabilidade e equidade na vida e na saúde das mulheres e políticas públicas para esse público.

“Temos grupos de usuários, gestores e prestadores do Sistema Único de Saúde. Os debates são vistos por ângulos distintos, o que vai possibilitar um produto final bem interessante e com possibilidades reais de aplicação”, fala a chefe da Divisão de Atenção e Gestão à Saúde da 2ª Regional de Saúde – Metropolitana, Andrea Perry.

Saúde da mulher é tema de debates por todo o ParanáO presidente do Conselho estadual de Saúde, Marcelo Guimarães destaca a necessidade de políticas públicas para o fortalecimento da Atenção Primária. “Precisamos assegurar o acesso das mulheres aos serviços de saúde para garantir que ela tenha facilidade no momento de cuidar de si. A promoção à saúde também deve ser abordada com foco na alimentação saudável e na prática regular de exercícios físicos, por exemplo”, comenta.

A conselheira estadual de Saúde e usuária do SUS, Malu Gomes, também participou dos debates. “O Paraná é sim referência no cuidado com a saúde da mulher, mas precisamos sempre melhorar. É importante reunir opiniões variadas e percebo que isso está dando origem a discussões muito boas. Começamos as discussões em comissões menores para, aos poucos, ir levando isso para instâncias maiores e fazendo isso acontecer”, diz.

Além das propostas, durante os eventos também serão eleitos os delegados representantes de cada região para participar da Conferência Estadual da Saúde da Mulher, no dia 13 de junho em Curitiba, e da Conferência Nacional da Saúde da Mulher, em agosto na cidade de Brasília.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.