Matérias da SESA

11/09/2017

Multivacinação começa em todas as unidades de saúde do Estado

Multivacinação começa nesta segunda em todas as unidades de saúde do EstadoA Campanha Nacional de Multivacinação começa nesta segunda-feira (11) em todo o Paraná. Até o dia 22 de setembro todas as unidades de saúde do Estado vão receber crianças e adolescentes até 14 anos 11 meses e 29 dias para atualização das carteiras de vacinação. No dia 16 acontece o Dia D da campanha, com unidades de saúde abertas durante todo o sábado para facilitar o acesso da população à campanha.

“As vacinas são umas das principais formas de prevenção de diversas doenças. Esta campanha é uma importante ferramenta para manter a carteira de vacinação atualizada e garantir a proteção necessária para que nossas crianças e jovens cresçam saudáveis”, destaca o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.

Durante a campanha serão oferecidas vacinas da rotina com o objetivo de melhorar as coberturas vacinais. “Além da proteção à pessoa, a campanha também visa contribuir para a redução de algumas doenças e, até mesmo, manter o controle de patologias que são preveníveis com a vacinação”, ressalta o chefe do Centro estadual de Epidemiologia, João Luís Crivellaro.

É importante que, ao comparecer à unidade de saúde, os responsáveis não esqueçam de levar a carteirinha de vacinação, se houver, e um documento oficial da criança. “Dessa forma, os profissionais de saúde podem verificar o esquema de vacinação e alertar sobre a aplicação das doses que faltam. Porém mesmo sem a carteira, as vacinas necessárias serão aplicadas de acordo com a faixa etária”, explica Crivellaro.

ADIAR – Em caso de doenças febris graves é recomendado adiar a vacinação até a melhora do quadro. O uso de alguns tipos de medicamentos também exige o adiamento da aplicação das vacinas e deve ser informado ao profissional da unidade. Com exceção da febre amarela e da tríplice viral, as vacinas podem ser aplicadas simultaneamente.

Os 30 municípios do Paraná que fazem parte da campanha de vacinação contra a dengue devem seguir orientações especiais. Quem tomar alguma vacina deve informar a unidade de saúde para que seja respeitado o intervalo de 30 dias para a aplicação da vacina da dengue.

Multivacinação começa nesta segunda em todas as unidades de saúde do EstadoConfira as vacinas que fazem parte da Campanha de Multivacinação
Crianças:

- BCG (tuberculose);
- Hepatite B;
- Pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, meningite e outras doenças bacterianas);
- VIP (poliomelite injetável);
- VOPb (poliomielite oral);
- Rotavírus humano;
- Pneumocócica 10 valente (meningite, pneumonia, otite, sinusite e outras doenças bacterianas);
- Meningocócica C conjugada (meningite);
- Febre amarela;
- Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola);
- Tetra viral ou tríplice viral + varicela (atenuada);
- DTP (difteria, tétano e coqueluche);
- Hepatite A;
- Varicela;

Adolescente:
- Hepatite B;
- Febre amarela;
- Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola);
- dT (difteria e tétano);
- dTp acelular (difteria, tétano e coqueluche);
- Meningocócica C conjugada (meningite);
- HPV (papiloma vírus humano).
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.