Matérias da SESA

30/11/2018

Ações contra o mosquito da dengue movimentam o Paraná

Ações contra o mosquito da dengue movimentam o ParanáMunicípios de todas as 22 Regionais de Saúde (RS) do Estado do Paraná realizaram atividades de conscientização e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. As ações fazem parte do Dia D Nacional, que acontece nesta sexta-feira (30).

O secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi, destaca os programas do Governo do Estado de combate contra o mosquito transmissor e reforça que a população deve ficar alerta.

“É fundamental o monitoramento permanente da infestação pelo Aedes para evitar epidemias no Estado. O Dia D é mais uma data simbólica, o controle das doenças transmitidas por mosquitos depende de comprometimento regular de toda sociedade para evitar água parada que podem se tornar criadouros”, destaca o secretário Nardi.

AÇÕES - Durante toda a semana, o município de Douradina, da 13a RS – Cianorte, divulgou informações e dicas de controle contra o mosquito nas redes sociais, portais de notícias, carros de som e faixas educativas. Também foi realizada limpeza geral no município com participação dos moradores e agentes da vigilância ambiental.

Para terminar a semana, a secretaria municipal de Douradina, organizou apresentação teatral e lançamento do Projeto de Educação em Saúde Ambiental, sobre a importância da reciclagem e destinação correta dos resíduos no controle de doenças transmissíveis

A cidade de Perobal, da 12a RS – Umuarama, também realizou atividades educativas e de divulgação contra o mosquito Aedes. Além disso, nos dias 19 e 20, a prefeitura municipal organizou movimento de coleta de material que poderia vir acumular água, ocasionando a proliferação do transmissor da dengue.

Na 15a RS – Maringá, o município de Marialva, ofereceu teatro educativo com dicas e cuidados contra o mosquito da dengue para aproximadamente 600 estudantes da rede municipal. A cidade também organizou ações de conscientização e divulgação de informações.

Outros municípios como Cruz Machado, da 6a RS - União da Vitória, Reserva, da 21a RS – Telêmaco Borba, Miraselva, da 17a RS – Londrina, Céu Azul, da 10a RS - Cascavel, entre outras cidades também participaram da mobilização, distribuindo informações e realizando atividades educativas para os moradores.

“Estas atividades são necessárias. Incentivando a população, desde a infância até a maioridade, os riscos de existir epidemias e maiores complicações diminui consideravelmente. Devemos vistoriar nossas casas, quintais e locais de trabalho para eliminar tudo que pode acumular água ou servir de criadouro, principalmente neste período do verão e chuvas intensas”, acrescenta a coordenadora da Vigilância Ambiental, Ivana Belmonte.

Entre os cuidados preventivos estão evitar o acúmulo de lixo e entulhos, deixar sacolas e recipientes com lixo fechados, manter as caixas d’água sempre vedadas, remover a sujeira das calhas e ralos, verificar bandejas de ar-condicionado e geladeiras mantendo-as limpas e sem água e manter vasos sanitários sem uso fechados.

A Saúde divulga o Informe da Dengue semanalmente. No último boletim, de 27 de novembro, o Estado contava com 65 casos confirmados, sendo 57 casos autóctones (cuja infecção ocorreu no Estado) e 8 importados. Você pode conferir os informes aqui http://www.dengue.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=28
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.