Matérias da SESA

04/11/2019

Governador e secretário assinam licitação para a reforma do Ambulatório Médico de Especialidades da Kennedy

AME -HTO governador Carlos Massa Ratinho Júnior e o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, assinaram nesta segunda-feira (4) a licitação para as obras do Ambulatório Médico de Especialidades (AME), antigo CRE Kennedy, que será reformado. O investimento, com recursos próprios do Estado, será de R$ 8,8 milhões, que vai garantir a ampliação da oferta de serviços em saúde, atualmente assumidos pelo Hospital do Trabalhador.

O AME será a quarta unidade a integrar o Complexo Hospitalar do Trabalhador (CHT), que além do próprio Hospital do Trabalhador (HT), já conta com o Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Lábio Palatal (CAIF) e o Hospital de Reabilitação (HR). A união das unidades hospitalares e ambulatoriais faz com que o CHT seja a maior estrutura de assistência hospitalar pública do governo

“Existe hoje uma alta demanda de consultas de especialidades, com essa ampliação estamos fortalecendo não só Curitiba, mas também todo o Paraná, a ideia é fazer com que aumente de forma significativa o volume de atendimentos, fazer com que a saúde possa ficar mais acessível às pessoas e, em especial, no HT, que tem sido referência em gestão hospitalar”, afirmou o governador.

O novo espaço vai permitir a transferência dos atuais ambulatórios, que atualmente ocupam 13 consultórios dentro do HT, para mais de 40 consultórios, passando de oito mil para 25 mil atendimentos ao mês.

“O Complexo está sendo vai reunir diversos serviços de saúde com o objetivo de atender a população em todas as suas necessidades. Esta obra, autorizada hoje, amplia em 300% o atendimento, facilitando o acesso à saúde por completo. Estamos otimizando os recursos públicos para atender cada vez mais e melhor os paranaenses que precisam. Estamos fazendo história, pois este é o maior projeto de estruturação na área hospitalar pública do Estado, onde o cidadão é colocado realmente em primeiro plano. É o SUS que o povo do Paraná merece”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

O diretor-superintendente do Complexo Hospitalar do Trabalhador (CHT), Geci Labres de Souza Júnior, disse que o projeto do Estado é uma referência porque possibilidade, com profissionais de alto nível, uma estrutura compatível com a qualidade de atendimento esperada pela população. “O CHT só consegue crescer tendo estrutura para atender a demanda da população. Temos profissionais e especialistas devidamente qualificados, mas, muitas vezes, falta a condição ideal de estrutura. E isso está sendo regularizado pelo Governo do Estado, que é entregar à comunidade a possibilidade de um ambulatório desta magnitude”.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade a primeira-dama do Estado, Luciana Saito Massa; o deputado estadual Wilmar Reichembach; o diretor do Departamento de Apoio à Pessoa com Deficiência e de Políticas Públicas para Acessibilidade da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Felipe Braga Côrtes; a prefeita de Colombo, Beti Pavin; a secretária de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak; o vereador de Curitiba Dr. Wolmir; a vice-reitora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Graciela Inês Bolzón de Muniz; além de diretores e representantes de conselhos ligados à saúde.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.