Matérias da SESA

12/11/2019

Retorno de doenças praticamente erradicadas mobiliza evento inédito sobre vacinação em Curitiba

SeminárioA Secretaria da Saúde do Paraná, por meio da Divisão de Vigilância do Programa de Imunização, promove nos dias 12, 13 e 14, o 1º Seminário Estadual sobre Imunização reunindo, de forma inédita, profissionais envolvidos com o processo de vacinação e da saúde materno infantil.

“O objetivo é que toda equipe esteja mobilizada e atualizada com informações sobre as vacinas em todo Paraná. Temos 19 diferentes vacinas à disposição da população na rede pública, em todas as nossas unidades, e a SESA destaca a imunização como estratégia fundamental de proteção à vida”, afirma o secretário de estado da Saúde, Beto Preto.

“Acompanhamos com atenção o retorno de doenças que estavam praticamente erradicadas e que retornam com casos em várias regiões. Por isso promovemos este seminário inédito, unindo equipes que atuam na Vigilância Epidemiológica e na Atenção Primária para o debate em torno do tema ”, complementou o secretário de Estado.

O evento acontecerá no Espaço Torres, em Curitiba,com a participação de técnicos do Ministério da Saúde e deverá reunir mais de 2 mil profissionais dos 399 municípios do estado. “Buscamos o alcance das metas de coberturas vacinais em todas as faixas etárias. A vacina é o meio mais importante de se prevenir doenças infecciosas”, enfatiza a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da SESA, Maria Goretti David Lopes.

Calendário – O Programa Nacional de Imunização tem um olhar especial para o calendário da criança e gestantes, sendo a vacina contra a Hepatite B garantida ao recém-nascido nas primeiras 12 horas de vida. As gestantes são contempladas com a vacina DTPa, que previne contra difteria, tétano e coqueluche. Esta vacina também protege o recém nascido de contrair a coqueluche.

O calendário da criança é composto por vacinas que imunizam contra várias doenças entre elas a tuberculose, hepatite, meningites, pneumonias, febre amarela, sarampo, coqueluche, tétano, varicela e gripe.

O calendário também se estende à jovens, adultos e idosos, imunizando contra várias doenças e atualizando sobre doses não recebidas na infância.

“Os profissionais devem estar atentos a este calendário informando e orientando os usuários sobre a importância e a segurança das vacinas”, destaca Vera Rita Maria, chefe da Divisão de Vigilância do Programa de Imunização da SESA.

Seminário – Além promover a integração das equipes da Vigilância e da Atenção Primária, o seminário busca fortalecer o conhecimento e a aplicação prática das normas do PNI. Estarão em debate temas como: monitoramento em imunização, aumento das coberturas vacinais, prevenção de agravos pós-vacinação e conceitos sobre rede de frio e armazenamento de vacinas.

“Durante os três dias de evento, pretendemos sensibilizar os profissionais sobre a importância do trabalho de cada um no atendimento diário da população reforçando que estar com calendário atualizado significa prevenção e proteção da vida e esta é a meta da Secretaria da Saúde do Paraná”, disse a chefe da Divisão de Vigilância do Programa de Imunização da SESA.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.