Matérias da SESA

12/02/2020

Estado apresenta panorama de ações para o Ministério da Saúde

ms_05O governador Carlos Massa Ratinho Júnior e o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, estiveram com o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, nesta quarta-feira (12). Além de apresentar um panorama das ações do Paraná no combate à dengue, que hoje é uma das principais atenções do Governo, as estratégias de enfrentamento para possíveis casos do novo coronavírus, com a estrutura de atendimento envolvendo 60 hospitais pelo Estado, também foram discutidas.
  
Cumprindo extensa agenda em Brasília, em diversos ministérios, o governador destacou a importância de dialogar sobre as questões de saúde num momento de alerta mundial. “Foi um encontro muito produtivo com o ministro Mandetta. Trouxemos informações de como o Paraná está estruturado para possíveis intercorrências e prestar o atendimento, se necessário. Mas lembramos que não existe nenhum caso confirmado no Brasil”, disse Ratinho Júnior.

O Paraná foi um dos primeiros estados brasileiro a anunciar um plano de ação e monitoramento integrado do novo coronavírus. Além de assegurar uma estrutura hospitalar robusta, também de imediato foi instituído o Centro de Operações em Emergências (COE) e a elaborar um Plano de Contingência para coordenar e orientar os procedimentos aos profissionais de saúde e à população.

Outras demandas do Estado, como a parceria entre o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e o Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos (CPPI) para o fortalecimento de novas parcerias na área de saúde, além do problema do alto custo da judicialização de medicamentos e de atendimento hospitalar especializado.
“A saúde capilariza vários temas e colocamos nesta reunião as diversas questões relativas ao nosso Estado, especialmente sobre a preocupação com a dengue, que vem crescendo de forma muito elevada. Trouxemos também algumas demandas ao Ministério da Saúde, além de alinharmos algumas ações no caso do novo coronavírus. Foi um encontro muito produtivo para o Paraná”, afirmou Beto Preto.

Estiveram presentes ainda o chefe do Escritório de Representação do Paraná em Brasília, Rubens Bueno II, o deputado federal Pedro Lupion, o diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, e a coordenadora-geral em Saúde do MS, Mirna Poliana Furtado de Oliveira.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.