Estratégias de incentivo ao aleitamento materno serão debatidas na Sesa
01/10/2019 - 16:00

aleitamento
A Secretaria da Saúde do Paraná, com apoio do Ministério da Saúde, realiza amanhã e quinta-feira, nos dias 02 e 03, o Encontro para Alinhamento e Planejamento de Estratégias do Aleitamento Materno.

“No mês marcado pelas ações do Outubro Rosa, vamos reunir os profissionais que atuam nas 22 Regionais de Saúde do Paraná para discutir e avaliar as estratégias implantadas para o Aleitamento Materno. A amamentação, além de gerar inúmeros benefícios para o bebê, também ajuda a reduzir o risco de câncer de mama e de ovários nas mulheres”, informa a chefe da Divisão da Saúde da Criança e do Adolescente da Sesa, Jéssica Dinardi.

 

Estudos apresentados pelo Fundo Mundial para Pesquisas (World Cancer Research Fund)  registram que o risco de contrair o câncer de mama pode diminuir em até 4,3% a cada 12 meses de amamentação. Outro estudo internacional, publicado pelo American Journal of Clinical Nutrition, da Austrália, mostra que as mulheres que amamentam também podem  reduzir em até 90% a probabilidade de desenvolver câncer de ovário.

 

A Sesa fomenta diversas ações que buscam promover e apoiar o aleitamento materno e que serão apresentadas e debatidas no evento desta semana.

Entre elas está a estratégia Mulher Trabalhadora que Amamenta (MTA), que consiste em criar, em empresas públicas e privadas, a cultura do respeito e apoio ao aleitamento materno. O Paraná tem 76 tutores capacitados para esta ação e foram implantadas 21 salas para amamentação.

 

O Estado também participa  da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil com a realização de oficinas nas 22 regionais de saúde para a capacitação de profissionais da Atenção Básica com o intuito de reforçar e incentivar a promoção do aleitamento materno e da alimentação saudável para criança menores de dois anos.  

Outra ação adotada pelo Paraná e que será debatida no encontro  é a que certifica hospitais que incentivam a amamentação. Hoje são 21 instituições de saúde certificadas como “Hospital Amigo da Criança”. A Secretaria Estadual da Saúde coordena a avaliação periódica desses estabelecimentos e orienta o credenciamento de novos.

O Paraná conta ainda com 13 Bancos de Leite Humano e 17 postos de coleta de leite materno  que qualificam a assistência neonatal e contribuem para a redução da mortalidade infantil.

O  Encontro sobre Alinhamento e Planejamento das Estratégias de Aleitamento Materno será no Instituto Federal do Paraná, campus Curitiba.