Hospital Regional do Sudoeste realiza mutirão de cirurgias oftalmológicas com pacientes da região
08/08/2019 - 14:10

oftamoHRS
Em 40 dias médicos do Hospital Regional do Sudoeste, em Francisco Beltrão, zeraram a fila de cirurgias oftalmológicas. Foram realizados 1160 cirurgias de catarata e 300 pterígio em 1166 pacientes da região, que envolve 27 municípios.

O Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, destaca a parceria entre os três níveis governo para a realização do mutirão, “Com o envolvimento de profissionais e recursos da Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná (Funeas), por meio do Hospital Regional do Sudoeste, a Associação Regional de Saúde do Sudoeste (ARSS), e dos 27 municípios da 8ª Regional, conseguimos atender pessoas que estavam há dois ou três anos na fila para uma cirurgia oftalmológica”, explica o secretário Beto.
“Estamos atentos aos cuidados de saúde de todos os paranaenses e olhamos para essa demanda de cirurgias oftalmológicas corretivas e que podem levar a cegueira caso não sejas realizadas até o momento adequado”, salienta o secretário.

A dinâmica de atendimentos para encerramento da fila funcionou em 40 dias. “Inicialmente havíamos planejado fazer 200 procedimentos neste período. Mas entre junho e agosto conseguimos realizar aproximadamente 1500 procedimentos, um número bastante expressivo que só foi possível pela mobilização do estado e dos municípios”, detalha a diretora do Hospital Regional do Sudoeste, Cintia Jaqueline Ramos.

A cirurgia para a correção da catarata é feita por meio da técnica de facectomia com implante de lente intraocular. Além do procedimento cirúrgico, o paciente recebe a garantia de consultas de retorno, exame de biometria, ecografia bilateral, mapeamento de retina e potencial de acuidade visual e, também, recebe os colírios necessários para o tratamento pós-cirúrgico.

“Nossa vontade é tornar rotina essa forma de atendimento, ou seja, de não ter fila para os procedimentos e não somente oftalmológicos, mas em todas as áreas que temos essa demanda retraída’ esclarece Beto Preto.
Os pacientes, desde crianças, pacientes com necessidades especiais e pessoas até 60 anos, foram deslocados dos 27 municípios que fazem parte da 8ª Regional de Saúde até o Hospital Regional do Sudoeste, em Francisco Beltrão. O investimento para esse mutirão de cirurgias foi de aproximadamente R$ 1,4 milhão.

A ação está em consonância com a portaria ministerial do Mutirão de Eletivas e os recursos investidos foram viabilizados pelas três esferas de governo. Os municípios atendidos pela 8ª Regional de Saúde financiaram os exames pré-operatórios e a Secretaria de Estado da Saúde e a Funeas contribuíram com material e insumos, além da infraestrutura hospitalar em Francisco Beltrão.

DOENÇAS
A catarata é uma doença grave que pode comprometer a visão. Se não for tratada adequadamente, leva à cegueira. Geralmente a enfermidade geralmente, atinge as pessoas com idade acima de 50 anos, mas em algumas situações afeta também os jovens.

O pterígio é uma lesão benigna ocasionada pelo crescimento de um tecido na área ocular em direção à córnea. Não é uma doença ocular infecciosa, mas pode afetar a visão caso se estenda na região central da córnea. Se a lesão cause desconforto persistente ou interfere na visão, o pterígio pode ser removido cirurgicamente.