Hospital em Telêmaco Borba recebe 1º paciente
05/06/2020 - 16:07

O primeiro paciente atendido pelo Hospital Regional de Telêmaco Borba (HRTB) é um homem de 72 anos, residente de Ortigueira, que teve o diagnóstico confirmado no início da semana. Desde o dia 1º o paciente estava internado e precisou de cuidados intensivos nesta quinta-feira (4), quando foi transferido para uma UTI no HRTB.

“Se esse hospital não estivesse em funcionamento, o paciente teria que ser deslocado pelo menos 120 quilômetros até uma unidade SUS com UTI para o suporte que ele precisa. Agir rápido e com precisão é o necessário em momentos críticos de saúde”, comentou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Ele explicou que embora a estrutura já estivesse construída e com equipamentos tudo precisou de revisão e ou manutenção para verificar as condições que estavam pelo tempo que ficou sem funcionar. “Sabemos que esta unidade contou com a colaboração de muitos governos anteriores para a sua construção e compra de equipamentos, mas ainda não estava funcionando. Precisamos correr contra o tempo nos últimos meses para revisar tudo o que já existia e estava parado mesmo sem uso para ter certeza de que funcionava e ter a garantia de que os pacientes serão bem atendidos”.

Foram trocados, por exemplo, toda a tubulação de gases e rede elétrica do prédio. O sistema hidráulico foi totalmente revisado e o sistema de aquecimento de água foi modernizado.

O hospital de Telêmaco Borba tem 40 leitos em funcionamento, sendo 10 leitos de UTI e 30 leitos de enfermaria. O local está em funcionamento desde o dia 1º de junho sob a gestão da Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa, funciona 24 horas e conta com 90 pessoas trabalhando, entre profissionais de saúde, limpeza, segurança, jardinagem, manutenção, administração.

A unidade hospitalar oferece suporte para população de sete municípios: Telêmaco Borba, Curiúva, Imbaú, Ortigueira, Reserva, Tibagi e Ventania.

LEGADO – Com a pandemia pelo novo coronavírus, a estratégia do Governo do Estado foi investir em estruturas permanentes para ampliar os leitos e deixar a rede de saúde mais robusta. “Pensamos junto com o governador Ratinho Júnior em reforçar os nossos leitos de maneira não temporária. Já tínhamos unidades hospitalares em andamento e após estudos replanejamos e aceleramos as obras”, disse Beto Preto. 

O hospital em Telêmaco Borba é uma das três unidades que o Governo do Estado acelerou a finalização das obras para colocar em funcionamento a estrutura para assistência à pacientes Covid-19. Os outros dois são em Ivaiporã e Guarapuava.

PARCERIA - A indústria Klabin investiu aproximadamente R$ 1,5 milhão em equipamentos, adequação e manutenção de estruturas de segurança e obras no HRTB, o que possibilitou otimizar a liberação da estrutura para atendimento à pacientes Covid-19.

FUNCIONAMENTO – O HRTB recebe pacientes encaminhados de outras unidades de saúde, por isso as pessoas que precisarem de atendimento na região não devem ir até o Hospital. O tipo de fluxo organizado para a unidade de Telêmaco Borba funciona integrado à Central de Regulação de Leitos do Estado (CARE) que direciona os pacientes já atendidos para o local mais próximo de sua residência.