Orientações e cuidados com a saúde são apresentadas para profissionais de educação de mais de 200 municípios
12/03/2020 - 20:20

Undime
Falando sobre políticas de saúde para profissionais de educação dos municípios, durante o Fórum Estadual da União Nacional dos Dirigentes em Educação (Undime), o secretário Beto Preto ressaltou a importância de cuidados com a dengue, do engajamento para remoção de focos nas escolas, sobre o estímulo à vacinação do sarampo e também do coronavírus, que chegou ao Paraná. São educadores, diretores e secretários de mais de 200 municípios.

“Vocês são instrumentos muito importantes, porque pode articular na escola, com alunos, pais, com a comunidade, um trabalho efetivo de conscientização e também de mobilização no combate à dengue. É desta somatória de esforços que vamos conseguir acabar com os focos”, disse o secretário.

Ele destacou ainda que para o sarampo, doença que estava erradicada há mais de 20 anos, a cobertura vacinal precisa ser ampliada. “Na escola temos o acesso às pessoas. Por isso é fundamental que o assunto da saúde seja discutindo em todas as localidades. Hoje estamos vendo doenças reaparecendo, quando já nem existiam mais. Vacinar é um ato de amor. Temos que superar as fake news e promover a vacinação”.

A confirmação de seis casos do coronavírus no Estado foi um dos assuntos levantados no encontro. Os participantes questionaram o secretário sobre cuidados e características da doença. Algumas orientações foram repassadas, como deixar as portas e janelas das salas de aulas abertas, que os alunos evitem a utilização de bebedouros, e que não compartilhem utensílios.

“O Paraná está pronto e com a melhor estrutura do Brasil para a retaguarda do coronavírus. Mas cuidados gerais são necessários. Por exemplo, as secretárias de Educação podem organizar ações nos ônibus escolares para que as janelas estejam abertas, seja feita a higiene permanente nos veículos, por exemplo”, recomendou Beto Preto.

GALERIA DE IMAGENS