Paraná reforça medidas de prevenção da Influenza
14/08/2019 - 14:40

gripe
A Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa) divulgou o Informe Semanal da Influenza confirmando mais um óbito pela doença no município de Astorga, pertencente à Regional de Saúde de Maringá. Ao todo já são 95 mortes confirmadas desde o início de janeiro deste ano, até ontem (13).

O monitoramento da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por Influenza aponta 510 casos confirmados, 11 a mais desde o último informe. Os novos casos foram registrados nos municípios de Almirante Tamandaré (1), Astorga (1), Curitiba (2), Curiúva (1), Lapa (1), Maringá (2), Paranaguá (1), Piraí do Sul (1) e Umuarama (1).

Segundo a Divisão de Doenças Transmissíveis da Sesa, 3 dos 9 municípios com novos casos, ainda não tinham nenhum caso da doença registrado, o que indica que as medidas de prevenção devem ser reforçadas em todo o Estado.

Medidas tais como: higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento, cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir, evitar tocar os olhos, nariz e boca, não compartilhar objetos de uso pessoal, manter os ambientes bem arejados, evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença, evitar aglomerações e ambientes fechados, adotar hábitos saudáveis de alimentação balanceada e ingestão de líquidos, podem prevenir a contaminação pelo vírus.

“Embora a maioria dos casos geralmente envolva idosos e pessoas portadoras de outras doenças, vale ressaltar que ninguém deve deixar de realizar as medidas preventivas, tendo ou não, sido vacinado, e caso apresente os sintomas, indicamos que procure uma unidade básica de saúde para iniciar tratamento de preferência nas primeiras 48h”, registra o chefe da divisão, Renato Lopes.

SINTOMAS: aparecimento súbito de calafrios, mal-estar, cefaleia, mialgia, dor de garganta, prostração, tosse seca, diarreia, vômito, fadiga, rouquidão, hiperemia conjuntival, entre outros.