Parcerias institucionais viabilizam pesquisa e produção para saúde pública
15/08/2019 - 19:10

cppi3
O diretor-presidente da Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná (Funeas), Marcello Augusto Machado, recebeu a visita do diretor-presidente do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), Pedro Ribeiro Barbosa, na sede do Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos (CPPI), em Piraquara, nesta quinta-feira (15).

O objetivo do encontro foi estabelecer os próximos passos para oficialização de parceria para reativação da produção conjunta do Antígeno de Montenegro. Esse antígeno é utilizado para identificação da doença leishmaniose tegumentar (também conhecida como Uta, botão do oriente ou úlcera de Bauru).

Durante a visita, representantes do CPPI apresentaram as instalações do Centro à equipe do IBPM. Na oportunidade os técnicos, gestores e pesquisadores também discutiram formas de apoio técnico e possíveis parcerias futuras.

Além do diretor-presidente IBPM, Pedro Ribeiro Barbosa, estiveram presentes o gerente de operações Maykon Costa e o gerente de negócios Lucas Rossetti.

O CPPI atua na área de pesquisa e desenvolvimento de produtos de interesse para a saúde pública do país, produz soros antivenenos, insumos e antígenos para auxílio diagnóstico. O Centro é referência nacional do soro antiloxoscélico, contra a picada de aranha-marrom, e do antígeno de Montenegro. O CPPI foi fundado em 1987 e desde 2016 está ligado a Funeas.