Planejamento Regional Integrado (PRI) para a saúde é destaque na CIB
14/08/2019 - 18:20

CIB
O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, esteve nesta quarta-feira (14) na 4ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB). Gestores da secretaria de saúde do Paraná, equipes técnicas, integrantes dos Conselhos de Secretários Municipais de Saúde (Cosems/PR), gestores municipais, diretores de Regionais de Saúde do Paraná e representantes do Ministério da Saúde participaram do encontro.

Beto Preto ressaltou a importância da união de esforços dedicados à construção de um excelente Plano Regional Integrado (PRI). “Precisamos fazer com que a expressão das nossas vontades de serviços e ações seja um plano compatível executado com todos os secretários e prefeitos municipais, estamos tentando construir um projeto a várias mãos. É muito importante a participação efetiva de todos os envolvidos nesse processo”.

O diretor-geral da SESA, Nestor Werner Junior, falou sobre a importância em buscar um entendimento nas questões que tenham divergências entre Estado e Município para um consenso que possa direcionar o caminho das ações de saúde no Paraná. “Tanto a SESA quanto os municípios e o COSEMS estão confiantes na execução dos planejamentos regionais e macros regionais que estamos construindo, no sentido de fortalecer o Planejamento Regional integrado (PRI)”.

Nestor relatou ainda que a discussão entre todos os entes está trazendo novas percepções para problemas que pareciam sem soluções. “Precisamos trabalhar o PRI, construir regionalmente para fazer com que a expressão das nossas vontades de desenhos regionais e serviços de ações sejam um processo plenamente executado por todo mundo”.

Febre Amarela – Durante a reunião, Rodrigo Said, coordenador-geral de Vigilância das Arboviroses do Ministério da Saúde, falou sobre o corredor ecológico da febre amarela na região Sul. “Identificamos a circulação do vírus na região sul neste período de frio, de baixa sazonalidade, o que indica grande risco de uma possível transmissão a partir de outubro e novembro deste ano principalmente nas localidades onde temos uma baixa cobertura vacinal”.

Beto Preto alertou também sobre a importância da vacinação em todo Paraná. “A febre amarela vai avançar para outras regionais e nós temos a missão de olhar para isso, levar essa informação a diante para fazer o combate correto, incentivar o trabalho de conscientização e importância da vacina no combate a doença.”

Entre outros importantes assuntos foram apresentados temas como o sarampo, influenza e a dengue.

Parcerias – Por fim, Beto Preto reforçou a necessidade da parceria com os municípios e o comprometimento e a dedicação de todos os servidores da saúde, enfatizando a transparência das ações com a população. “É muito importante colocar a população a par dos problemas de forma transparente ao processo. O município é o parceiro que recebe que abre a porta da Unidade de Saúde para que a população tenha acesso aos serviços prestados com credibilidade e comprometimento, por isso temos que trabalhar de forma clara e transparente para o bem comum da população paranaense”.