Profissionais da saúde debatem a qualidade e a segurança do paciente
19/09/2019 - 16:30

unibrasil
Cerca de 500 profissionais da área da saúde participam hoje e amanhã (19 e 20) do I Seminário Integrado de Qualidade e Segurança do Paciente, organizado pela Secretaria Estadual da Saúde, com apoio do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná e  Unibrasil.

“É um momento importante para o cidadão paranaense, pois estamos construindo uma nova Saúde para o Estado, com propostas e debates ascendentes, somando esforços e grandes projetos de transformação, com mais respeito, segurança e qualidade na atenção ao usuário dos nossos serviços”, afirmou o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, durante a abertura do evento.

O objetivo do encontro, que reúne profissionais da Atenção Primária, Hospitalar e Especializada, é tratar de assuntos relacionados às atividades práticas e que promovam a segurança do paciente e mais qualidade da assistência nas instituições públicas e privadas. “ A qualidade e a segurança passam a ser temas transversais e inseparáveis do Planejamento Estratégico da Saúde do Paraná e vão compor todas as ações que envolvam assistência, protocolos clínicos, uso de medicamentos,  ambientes de trabalho, enfim, de todas as questões que abrangem um atendimento efetivo e eficaz ao paciente”, explica a diretora de Atenção à Saúde e Vigilância da Sesa, Maria Goretti David Lopes.

Temas como  prevenção e controle das infecções relacionadas à assistência, redução das ocorrências de eventos adversos, uso de novas tecnologias, processos de gestão de riscos, responsabilidade profissional e jurídica – constam da programação do Seminário Integrado de Qualidade e Segurança, que segue até amanhã à tarde, no auditório da Unibrasil.

Importância – A representante do Cosems Paraná (Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná) destacou a importância do evento para a população e para os gestores públicos. “É fundamental que o cidadão seja bem atendido e que o profissional da área seja valorizado”, disse a secretária Municipal de Saúde de Tijucas do Sul, Eliane Neves.
O presidente do Conselho Estadual de Saúde, Rangel da Silva, disse que a “qualidade do cuidado e a segurança do paciente são desafios que exigem a participação de todos, inclusive do paciente e de seus familiares”.

Representantes de conselhos profissionais também salientaram a importância do encontro. A presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná, Simone Peruzzo, disse que o debate é extremamente necessário: “ exige mudança cultural, aprimoramento e disseminação de informação;  para a enfermagem, que representa mais de 100 mil trabalhadores no estado, o dimensionamento profissional está diretamente ligado à qualidade e segurança; o quantitativo deve ser adequado ao serviço oferecido e o trabalhador deve estar devidamente capacitado”.

O representante do Conselho Regional de Farmácia, Jackson Rapkiewicz, ressaltou que um dos grandes desafios dos profissionais da área esta relacionado ao uso incorreto de medicamentos. “A Organização Mundial Saúde propõe o tema como um dos principais desafios globais para a redução de danos causados aos pacientes”, destacou Rapkiewicz.

Na solenidade de abertura do evento, o diretor de Gestão em Saúde da Sesa, Vinícius Filipak, informou  que a área está publicando neste ano uma versão atualizada do Manual de Qualidade em Processos, com ações e normas para o atendimento nas unidades ligadas ao Estado. “Temos que promover aquela qualidade que o paciente nem sabe que precisa; a qualidade máxima. Ao entrar na unidade assistencial ele está vivendo um momento crítico, que precisa de carinho, segurança e cuidado. É isso que precisamos oferecer”, disse o diretor da Sesa.