Regional de Saúde de Maringá capacita gestores em oficinas técnicas
20/11/2019 - 17:00

Oficina
Começa amanhã (21), na 15ª Regional de Saúde de Maringá, a oficina de formação de facilitadores na área de gestão e redes de atenção do SUS.

Esta oficina, com duração de 30 dias, faz parte da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (EPS), instituída pelo Ministério da Saúde, e que busca melhorias constantes na assistência à saúde, integrando processos de trabalho de acordo com as necessidades da população da região.

A Regional de Maringá realiza o evento em parceria com a Universidade Estadual de Maringá (UEM), Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (AMUSEP), Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (CRESEMS-PR) e Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Setetrião Paranaense (CISAMUSEP).

“A partir desta primeira oficina, formaremos uma rede de educação permanente, com a participação de todas as instituições parceiras, para implantarmos práticas colaborativas interprofissionais”, explica o diretor da 15ª Regional, Ederlei Ribeiro Alkamim. “O setor de saúde está cada vez mais exigente em relação a normas e protocolos, demandando profissionais habilitados a enfrentar problemas e tomar decisões de forma rápida e acertiva para manter a integralidade e eficiência do sistema”, complementa.

As oficinas buscam aperfeiçoar competências para elaborar e gerir processos, assessorar equipes no gerenciamento de riscos e resultados, preparar para o cumprimento de atributos de gestão.

Em janeiro de 2020 o treinamento se estenderá para todos os servidores da Regional de Maringá e, na sequência, para profissionais que atuam no Consorcio de Saúde e serviços municipais; sempre com o objetivo de integrar, atualizar , monitorar e comprovar a eficácia dos serviços ofertados pela rede pública em toda a região. “Vamos multiplicar e disseminar informações e conhecimentos permanentemente “.

Segundo o diretor, “os desafios enfrentados pela Saúde são diários exigem profissionais preparados para aumentar a resolutividade do trabalho em equipe, com respeito à integralidade do cuidado individual e coletivo, beneficiando a comunidade”, complementou.