Saúde realiza I Simpósio de Radioproteção nos Serviços de Diagnóstico por Imagem
17/10/2019 - 18:20

simposio
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e a Sociedade Brasileira de Proteção Radiológica realizaram nesta quinta-feira (17), o I Simpósio de Radioproteção nos Serviços de Diagnóstico por Imagem em Maringá. O evento é uma parceria com a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), Associação Brasileira de Radiologia Odontológica (ABRO) e Sociedade de Radiologia do Paraná (SRP).

Embora a utilização das radiações ionizantes no diagnóstico e tratamento à saúde traga grandes benefícios para a população, existem riscos se houver exposição indevida. Os efeitos causados pela interação da radiação com o corpo humano são o tema do simpósio. Participam do evento cerca de 200 profissionais atuantes em serviços de diagnóstico por imagem e vigilância sanitária.

Segundo Patrícia Capelo, chefe da Divisão de Vigilância Sanitária em Serviços de Saúde, “a proteção radiológica consiste no respeito às normas e limites de exposição e são conhecimentos fundamentais para qualquer profissional da radiologia. Entre as preocupações que devem ser respeitadas para garantir a segurança da atividade radiológica estão minimizar o tempo de exposição e assegurar que a distância e a blindagem entre o material radioativo e a pessoa estão corretas”.

Para a coordenadora de Vigilância Sanitária da Sesa, Luciane Otaviano de Lima, “existem outras formas de proteção, como as próprias rotinas dos profissionais, os avisos de sinalização, a comunicação entre os profissionais e os pacientes e a monitoração de exposição dos profissionais”, disse.