Seguem as ações do Setembro Amarelo no Paraná
12/09/2019 - 11:00

set
As atividades direcionadas à prevenção do suicídio, no Setembro Amarelo, acontecem nos municípios, com apoio das Regionais de Saúde e das secretarias de Estado e municipais da Saúde.

“Estamos promovendo seminários e oficinas para debater o tema e promovendo a capacitação e sensibilização dos profissionais da saúde para que estejam aptos e alertas para o reconhecimento dos fatores de risco para o suicídio”, afirma a chefe da Divisão de Saúde Mental da Sesa, Larissa Yamaguchi.

Em Guarapuava, o evento “Falar, é a melhor solução”, acontece em todas as Unidades de Saúde, em parceria com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família e alunos do curso de Enfermagem da Unicentro. Na programação, palestras motivacionais, apresentação de teatro e mesa-redonda sobre o trabalho da saúde mental e a prevenção ao suicídio.

Em São João do Triunfo, as atividades do Setembro Amarelo, envolvem a Regional de Saúde de Ponta Grossa, e levam o tema para a discussão  nas escolas. O tema adotado para a campanha no município é – Diga Sim à Vida.

Paraná – Dados preliminares de 2018 registram 893 casos de suicídio no Paraná em 2018; 728 pessoas do sexo masculino e 165 do feminino.

Em 2017 foram 773 casos confirmados; em 2016 foram 762 e, em 2015, 715 mortes por suicídio.

O levantamento no Estado mostra que o suicídio prevalece no sexo masculino, nas faixas etárias entre 40 a 49 anos, 30 a 39 anos e 20 a 29 anos de idade.

As ações e capacitações da Sesa na área da saúde mental são permanentes e  rede de atenção psicossocial atua nas 22 Regionais de Saúde do estado.