Sesa orienta municípios sobre vacinação de rotina no Paraná
30/03/2020 - 17:40

salavacina
A Secretaria da Saúde do Paraná esclarece que os municípios devem manter a rotina de vacinação contra o sarampo e a febre amarela, desde que sejam seguidas as recomendações do Ministério da Saúde de se evitar aglomerações nas salas de vacina.

Memorando neste sentido foi divulgado nesta segunda-feira (30) pela Sesa e enviado às 22 Regionais de Saúde.

“Os vírus do sarampo e da febre amarela estão em circulação no Estado, por isso a orientação da Sesa é para que a vacinação contra estas doenças fiquem mantidas. Estamos neste momento reforçando a campanha indiscriminada do sarampo para pessoas de 20 a 49 anos e este esquema seguirá até 22 de maio”, explicou o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto. “Porém os municípios precisam estar organizados para atendimento individual dos usuários evitando filas e promovendo ações de vacinação extramuros, ou seja, fora das salas de vacinas e com apoio de instituições, empresas e entidades parceiras”, complementou.

A Sesa divulgou o esclarecimento após o Ofício Circular do Ministério da Saúde que indicou o adiamento da vacinação de rotina no âmbito do SUS durante a primeira fase da vacinação de Influenza. Devido a grande procura pelas doses da vacina contra a gripe, muitas aglomerações foram registradas.

O Estado já havia orientado os municípios para o planejamento de ações e estratégias extramuros, ou seja, com a vacinação fora das unidades de saúde, que as doses sejam aplicadas em casa para pessoas acima de 70 anos, e também no sistema de vacinação dentro de carros.

Para as demais vacinas de rotina a Sesa orienta para que a imunização seja oportunizada desde que haja busca ou demanda espontânea.

Caso sejam registradas filas, a recomendação é de que seja respeitado o mínimo de dois metros de distância entre os usuários.

A Sesa orienta ainda para que as pessoas busquem a unidade na faixa etária que realmente tenha a necessidade e indicação para vacinação.