Trocando uma ideia sobre Saúde Mental será apresentado por adolescentes
09/10/2019 - 18:40

imagem_saude_mental
As Secretarias de Estado da Saúde e da Educação promovem nesta quinta-feira (10), a partir das 10h, a transmissão online de uma conversa sobre a Saúde Mental. A ação faz parte do Programa Saúde na Escola (PSE) e terá como apresentadores adolescentes. O acesso à transmissão é pelo link: youtu.be/I150HNST3-I. Além de acompanhar o vídeo, podem ser enviadas perguntas e comentários ao vivo.

Popularmente quando falamos em saúde mental há um direcionamento para a doença mental, geralmente lembram de pessoas que conhecem e que estão ou estiveram em sofrimento mental ou até mesmo nos “loucos”. Essa percepção pode ser uma maneira de memória coletiva baseada em ocorrências culturais, filmes, novelas, livros e outras produções. Porém, de acordo com a coordenadora da Divisão da Saúde Mental da Sesa, Larissa Yamaguchi, este ano a proposta é valorizar o caminho inverso: abordar a saúde e não o adoecimento em si. “No Dia Mundial de Saúde Mental o propósito é desmistificar a imagem que temos e enaltecer a saúde mental, por isso convidamos adolescentes para conversarem e refletirem sobre saúde mental, oportunizando espaços de diálogos em que se possa falar sobre o tema, incentivando o protagonismo para formação de pessoas mais autônomas e comprometidas socialmente”, explicou Larissa.

A abordagem da saúde mental voltada aos adolescentes e crianças foi definida considerando que este é um momento na vida das pessoas de muitos conflitos internos devido às mudanças corporais, nas relações pessoais e sociais. Além disso, as Secretarias de Saúde e Educação desenvolvem o PSE em 4.470 escolas da rede pública de ensino do nosso Estado. O Programa contempla aproximadamente 980 mil educandos de 373 municípios, com ações de promoção da saúde e prevenção de agravos, abordando a cultura da paz, a prevenção das violências e do uso de álcool, tabaco e outras drogas, dentre outras.

Esta live terá a participação e condução dos adolescentes do Projeto Propulsão/Grupo Marista, coordenado pelo psicólogo Henrique Brojato. O Centro Social Marista Propulsão tem como foco a reinserção social ou, em muitos casos, a invenção de novas formas de inserção social – daí a opção pela grafia “(re)inserção”. A metodologia do Projeto tem um forte hibridismo com as ações pautadas no direito de cuidado em liberdade, tal qual previstas no Sistema Único de Saúde e na Rede de Atenção Psicossocial, e também com ações de educação não formal.

O acesso será pelo link: youtu.be/I150HNST3-I e permanecerá disponível neste mesmo link para visualização posterior.