Centro de referência da saúde faz mutirão de cirurgias
24/04/2019 - 17:20

HT
Vinte pacientes em tratamento no Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Labiopalatal (CAIF) estão sendo beneficiados com cirurgias plásticas reparadoras que acontecem desde a manhã de hoje (24) no Hospital do Trabalhador.

Trata-se do V Mutirão organizado pelo departamento de Ação Social da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica como parte da agenda da 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica, que será realizada de 25 a 27 de abril em Curitiba.
 
Os procedimentos, de correção de deformidades congênitas da face seguem até o final do dia, em três salas do Centro Cirúrgico Eletivo do HT. O trabalho é realizado por médicos especialistas da área e equipe de enfermagem.

O CAIF e o Hospital do Trabalhador são instituições que integram a rede de unidades próprias da Secretaria da Saúde do Paraná. O Centro é referência no País para o tratamento de deformidades da face. “O CAIF é uma unidade sob gestão do Governo do Estado do Paraná, com profissionais qualificados e equipamentos de alta tecnologia; é uma unidade de excelência, uma das poucas do Brasil a prestar este tipo de atendimento de forma integral”, explicou o diretor geral Geci Labres de Souza Junior.
 
Segundo o médico, o mutirão oportuniza a redução na fila de espera por procedimentos cirúrgicos e “o Hospital do Trabalhador, mais uma vez, cumpre a sua missão de atender com eficiência as demandas da população”.

O diretor explicou ainda que os beneficiados - crianças e adolescentes com idade entre 4 meses e 15 anos, em tratamento pelo SUS - já estavam com suas cirurgias programadas e por meio do mutirão tiveram os procedimentos antecipados. “A maioria dos pacientes terão as deformidades corrigidas integralmente nas cirurgias, o que traz muita alegria a todo o corpo e colaboradores do HT, disse Geci Labres Junior.


MUTIRÃO - O V Mutirão de Cirurgias Plásticas Reparadoras e Reconstrutivas envolveu outros hospitais de Curitiba, Ponta Grossa e Londrina com a realização de 100 procedimentos .
 
Uma comitiva da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica visitou hoje todos os hospitais que colaboraram com a atividade. No HT, diretor do departamento de Ação Social , Victor Adissi, ressaltou a participação da instituição. “É uma ação que tem o objetivo humanitário, com doação integral dos envolvidos – profissionais, hospitais e gestores. O que nós estamos vendo aqui hoje é um trabalho de cooperação e cidadania”, salientou Victor Adissi.
 
FAMÍLIAS AGRADECEM ATENDIMENTO

O HT preparou ainda uma sala de espera para as famílias dos pacientes. Regiane do Rosário, de Tijucas do Sul, mãe de uma menina de 4 meses e 21 dias, conta que a cirurgia será um grande benefício para a filha . “É uma oportunidade de antecipar o tratamento ”.

Ivone Beatriz, moradora do município de Rondon, também aguardava a saída do filho de 4 meses do centro cirúrgico e falou sobre a importância do atendimento do CAIF: “Assim que meu filho nasceu, com problema de fissura labiopalatal, viemos para o Centro de Atenção. Ele tinha apenas 4 dias de vida quando começamos o tratamento. A cirurgia reparadora estava marcada para o mês que vem e com o mutirão foi antecipada; isso é fundamental para a saúde dele”.