Hospital Regional da Lapa São Sebastião

Hospital Regional da Lapa São Sebastião

 

O Hospital iniciou suas atividades com o nome de Sanatório São Sebastião foi o primeiro hospital construído no Brasil com dinheiro dos cofres públicos para tratamento específico da tuberculose. Inaugurado em 30 de outubro de 1927 foi idealizado pelo governador Caetano Munhoz da Rocha. A intenção do governador Munhoz da Rocha era dotar o Paraná de um estabelecimento modelo para o tratamento dos tísicos, por isso, o Sanatório foi feitos nos moldes dos sanatórios suíços. A escolha de designar esta unidade hospitalar de São Sebastião deu-se devido a São Sebastião ser o nome do santo que é considerado o “Protetor das Pestes”.

 

Valeria Borges da Silveira

Atuação: Administração Empresarial e Educacional; Gestão Acadêmica; Gestão Cultural; Organização de Eventos/Projetos; Palestrante; Consultoria e Assessoria em Projetos; Produção cultural; Escritora; Elaboração Matérias Jornalísticas/ Redação Jornalística.

Formação: Curso Técnico em Desenho Artístico e Publicitário.

Graduação: Administração com Habilitação em Comércio Exterior.

Especializações 1. Direito e Gestão Empresarial.  2. Gestão, Orientação e Supervisão Escolar. 3. Gestão Cultural. 4. Gestão de Eventos. 5. Gestão em Projetos Turísticos. 6. Credenciamento em Jornalismo.

 

 

Experiência Profissional: Interagro (área administrativa); Phytoderm (área administrativa); MIPS Representações comerciais (sócia-gerente administrativa); Marília Turismo (sócia-gerente administrativa); Itaipu Binacional (área administrativa e jurídica); Instituto Thame (organização e coordenação cursos); FIEP (área de pesquisas e área administrativa – setores CIDET – Centro Integrado de Desenvolvimento Empresarial Tecnológico, CIN – Centro Internacional de Negócios e CEXPAR – Centro de Comercio Exterior do Paraná); FADEP – Faculdade de Pato Branco-Pr (Secretária Geral, Coordenadora Acadêmica e Cultural); FACSUL – Faculdade de Campina Grande do Sul-Pr (Coordenadora  curso de Administração); FAEL – Faculdade Educacional da Lapa- Pr (Diretora Acadêmica e Diretora de Pós-Graduação,  Pesquisa e Extensão); Prefeitura Municipal da Lapa-Pr (Diretora de Turismo 2005-06 e Secretaria de Cultura e Turismo 2009-12); Proprietária e Diretora Santa Barbara Produções (desde 2013).

 

Outras  atuações: *** Presidente Associação Literária Lapeana *** Presidente Instituto Borges da Silveira  *** Coordenadora Geral Instituto Histórico e Cultural da Lapa *** Vice-Presidente Conselho da Mulher da Lapa-Pr *** Idealizadora e Coordenadora da UTIL – Universidade da Terceira Idade da Lapa (projeto de cunho social) *** Diretora de Cultura da Academia Cultura de Curitiba  *** Membro Diretoria Centro de Letras do Paraná *** Membro Academia de Letras e Artes de Pato Branco-PR (foi Presidente 2001-2002) *** Membro Academia Paranaense de Poesia *** Membro Academia Feminina Paranaense de Letras *** Membro Centro Paranaense Feminino de Cultura *** Membro Conselho Deliberativo Associação MMDC

Dr. Ary Ferreira Junior, CRM 8579

Funcionário público há 35 anos, formou-se médico pela FEMPAR em 1982, é médico anestesiologista, ultrassonografista. Foi secretário de saúde do município de Braganey - PR por 5 vezes, presidente do Conselho Municipal de Saúde do Oeste do Paraná junto a 10ª Regional 2 vezes, presidente do Conselho Municipal de Saúde da Macro região Oeste do Paraná representando a 9ª, 10ª e 20ª regionais de saúde. Assumiu a Direção Geral do Hospital Hipólito e Amélia Alves de Araújo de 2001 a 2003. Assumindo a Direção Técnica do Hospital Regional da Lapa São Sebastião pela segunda vez.

Terezinha do Rosário Silveira

Graduou-se em Ciências Contábeis na Universidade do Contestado- UnC e em Biomedicina na Faculdade Educacional de Araucária- FACEAR. Foi servidora pública municipal de 06/10/2008 á 17/12/2010, posteriormente iniciou no serviço público estadual no HRLSS em 28/12/2010. Desempenhando o cargo de Chefe de Núcleo de Unidade Hospitalar de 20/11/2013 á 17/03/2017, a partir de 18/03/2017iniciou o trabalho como Diretora Administrativa nesta unidade.

Vanessa Bazia Pinto

Formação: Bacharel em Enfermagem – Universidade Positivo/2012, Pós Graduação em Gestão de Serviços em Saúde/ 2016

 

Experiência Profissional: 2013 - 2014 Lapinha Spa –  Enfermeira coordenadora de equipe de enfermagem e clínica médica. Responsável pela gestão da equipe de enfermagem do Spa, composta por técnicos e auxiliares de enfermagem. Recepção de pacientes e apresentação da clinica de saúde e métodos utilizados.

2014 - Prefeitura Municipal da Lapa- Enfermeira coordenadora da Estratégia Saúde da Família (ESF)- Responsável pelo organograma de todas as equipes do ESF, bem como distribuição de alocação de novos colaboradores, verbas, organização de eventos, campanhas de vacina, reunião de equipe, apresentação de resultados, entre outras funções pertinentes à evolução do ESF no município.

 

2014- 2017 - Hospital Nossa Senhora das Graças- Supervisora do Centro Cirúrgico Geral e Enfermeira do setor de Transplante de Medula óssea.

 

2018 – Hospital Municipal de Araucária – Enfermeira do Centro Obstétrico e Alojamento Conjunto.

 

 

O corpo clínico do hospital conta com 22 médicos.

 

Adriano Reimann

Alberto David Fadul Filho

Arno Rubens Pamplona

Artur Matias Brandao Filho

Ary Ferreira Junior

Carlos Alberto Almeida de Moraes

Carlos Alberto da Silva

Caroline Paludo Calixto

Cassandra Medeiros Siqueira

Celio Mendes Voichcoski

Cesar Augusto Capellari

Cladis Salete Macari

Cleandro Louis Carnieri

Daniel Colman

Fernanda Kugeratski Pierin

Fioretto Italo Giugliano Meschino

Franscico Beraldi de Magalhães

Jose Alberto Rossi Di Carvalho

Luiz Lauro Lacks

Marcelo Pereira

Marlon Kleber Wutzow Bozo

Raquel Monteiro de Moraes

CRM 19819

CRM 26704

CRM 6901

CRM 18144

CRM 8579

CRM 10724

CRM 14170

CRM 28994

CRM 28567

CRM 17198

CRM 19990

CRM 12818

CRM 21442

CRM 18443

CRM 31154

CRM 10880

CRM 29488

CRM 15227

CRM 5098

CRM 13522

CRM 19836

CRM 38133

 

 

O hospital conta com um grupo de responsáveis técnicos legalmente capacitados com comprovação técnica por meio de documentos de habilitação inerente ao seu âmbito profissional (Conselhos Regionais).

 

Enfermagem: Vanessa Bazia Pinto - COREN/PR 369263

Farmácia: Caroline Pierin Mendes - CRF/PR 13896

Farmácia: Abdalla João Dardaque Filho - CRF/PR 15295

Farmácia: Carlos Henrique Wiedmer - CRF/PR 17060

Fisioterapia: Paula Cyntia Alexandrino - CREFITO 8: 151163-F

Laboratório: Lilian Pierin Wiedmer - CRF/PR 20183

Laboratório: Melissa Gomes Pereira - CRF/PR 12277

Laboratório: Silvana Aparecida Muller - CRF/PR 17962

Medicina: Ary Ferreira Junior - CRM 8579

Nutrição: Cláudio Rosa Goslar - CRN 8 6872

Radiologia: Douglas Ronaldo Pinto Mayer - CRTR 4149

Serviço Social: Tereza Pedro Pereira - CRESS/PR 0500

Definida pela Resolução COFEN 172/94 e Decisão COREN-PR 004/2017, a Comissão de Ética de Enfermagem (CEE) do Hospital Regional da Lapa São Sebastião é um órgão representativo do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (CorenPR), estando a ele vinculada, tendo funções educativa, opinativa, consultiva, fiscalizadora do exercício profissional e ético da Enfermagem, além de divulgadora do Código de Ética dos profissionais de Enfermagem.

A Comissão de Materiais e Bens Móveis (CMBM), tem como objetivo avaliar a conveniência dos bens móveis e outros classificados como materiais permanentes de propriedade do Estado do Paraná, lotados no Hospital Regional da Lapa São Sebastião (HRLSS). Evita assim acumulo de bens desnecessários e inservíveis, garantindo o melhor aproveitamento dos bens que possam encontrar-se ociosos no HRLSS.

A CQSP é composta por profissionais de várias áreas, e teve início em 2013. Tem como objetivo, implantar e manter o Sistema de Gestão da Qualidade na instituição, promovendo a cultura da qualidade na comunidade hospitalar e de segurança do paciente por meio do Núcleo de Segurança do Paciente, vinculado a Comissão da Qualidade.

É instância de caráter consultivo e de assessoria da diretoria técnica e administrativa, cujas ações estão voltadas às atividades que visam promover o uso racional de medicamentos e a ampliação do acesso a medicamentos custos-efetivos no âmbito hospitalar.

É a Comissão que coordena as atividades de investigação, prevenção e controle visando reduzir a incidência e a gravidade das infecções hospitalares. Realiza o trabalho de Vigilância Epidemiológica das infecções hospitalares, onde os casos de infecções são detectados e analisados. Também há um trabalho em conjunto com a Farmácia Hospitalar no programa de racionalização do uso de antimicrobianos terapêuticos e profiláticos. Esta constante preocupação é com o surgimento de microorganismos multirresistentes, os quais representam um desafio diário para o serviço de controle das infecções hospitalares.

A Comissão de Revisão de Prontuários e óbitos, tem por competência avaliar o preenchimento e o estado de conservação dos prontuários dos pacientes bem como promover sugestões de adequações dos formulários e fluxos de processos que implicam na qualidade dos prontuários e registros.

A Comissão Transfusional do Hospital Regional da Lapa São Sebastião é de natureza técnico científico permanente e tem por finalidade o monitoramento das práticas hemoterápicas, orientação e normatização das indicações dos produtos hemoterápicos bem como a elaboração de padronizações para utilização de hemocomponentes dentro dos critérios atuais e legislação vigente, constituindo assim uma interface entre o corpo clínico hospitalar e o Serviço de Hemoterapia.

Composta pela equipe multidisciplinar, a Comissão Assistencial de Tuberculose tem por finalidade, avaliar, planejar e propor questões relacionadas a processos assistenciais e correlatos no que tange ao tratamento de tuberculose na unidade.

 

PANDEMIA DO COVID-19:

Visitas aos pacientes da Clínica Médica e Clínica de Tisiologia estão suspensas.

 

Horários de Visitas:

Diariamente das 14h00 às 15h30

 

O número de visitantes é limitado a dois (2) visitantes por leito.

Dirija-se diretamente ao quarto e ao leito que você veio visitar.

É obrigatório apresentação de documento com foto, para realizar visita.

É obrigatório o uso do crachá, retirado na recepção, em todas as dependências do hospital.

O visitante deve ter no mínimo 12 anos.

Lave as mãos antes e após visitar o paciente.

Realize visitas agradáveis.

Não traga alimentos ao paciente.

Horários e dias de visita:

Sábados, Domingos e Feriados - 14h às 15h30

É obrigatório apresentação de documento com foto, para realizar visita.

É obrigatório o uso do crachá, retirado na recepção, em todas as dependências do hospital.

Lave as mãos antes e após visitar o paciente.

Realize visitas agradáveis.

Não traga alimentos ao paciente.

As visitas acontecem na área externa da unidade de internação, exceto quando o paciente não tiver condições de locomoção.

Seguir as orientações da recepção quanto ao uso de Máscara N95, se necessário.

É permitido visitas de menores de 12 anos, apenas na área externa às tisiologias, acompanhados do responsável.