5º Mostra Paranaense de Pesquisas contará com 93 trabalhos de profissionais da Sesa
12/06/2019 - 15:20

mostra
Avaliados e aprovados pela Comissão Científica do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (Inesco), 365 projetos de pesquisas e relatos de experiências garantiram participação na 5ª Mostra Paranaense de Pesquisas em Saúde, que será realizada dias 11 e 12 de julho, em Londrina.

Promovida pelo Inesco, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde/Escola de Saúde Pública do Paraná (SESA/ESPP), esta edição da Mostra tem co-promoção da Prefeitura de Londrina. Durante o evento acontecerão ainda o 4º Prêmio Inova Saúde Paraná, o 2º Seminário da Rede de Pesquisa em Saúde da SESA, o 2º Encontro de Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) e o 1º Encontro da Rede de Preservação da Memória da Saúde Pública do Paraná.

Seleção dos Trabalhos - Dentre o total de trabalhos aprovados, 165 deles foram enviados por docentes, pesquisadores e estudantes de graduação e de pós de dez universidades paranaenses (publicas e privadas), 93 por profissionais dos serviços da Secretaria Estadual (SESA) que atuam em diferentes Regionais de Saúde do Paraná, 87  por servidores de secretarias municipais,  sendo 41 deles da Saúde de Londrina. Outros 20 projetos aprovados para apresentação na 5a  Mostra foram enviados por hospitais, diferentes órgãos, instituições e movimentos ligados à saúde - do Paraná e de outros três estados.

Todos os projetos de pesquisas aprovados, assim como os que concorrem ao Prêmio Inova, e cujos vencedores serão revelados na cerimônia de encerramento do evento (12/6), atenderam aos critérios definidos pela Comissão de Seleção: 1) Caráter inovador: que apresente /explicite a importância da ação no cenário que foi aplicado, que apresente potencial para geração de produtos, processos e / ou inovação, mesmo não sendo inédito; 2) Resultados: impacto da ação/projeto na perspectiva social, regional, econômica e cultural; 3) Relevância social: contribuição para o entendimento da realidade social, econômica, política e de saúde em transformação, com ênfase nas necessidades e busca de respostas adequadas para a sociedade, possibilitando fusão entre o interesse científico e social; 4) Potencial de aplicabilidade: possibilidades explicitadas para serem aplicadas em outros cenários que apresentem condições de saúde ou indicadores semelhantes.

Em razão do número recorde de trabalhos submetidos e participantes previamente inscritos, a organização encerrou o período de inscrições também para ouvintes na noite de 10 de junho, fechando em 507 o número de participantes – pesquisadores, docentes, estudantes de graduação e de pós, profissionais dos diferentes setores dos serviços da saúde, conselheiros e membros de associações e movimentos comunitários de diferentes regiões do Paraná.

Últimas Notícias