Banco de sangue do Litoral é fechado para melhorias
27/03/2019 - 11:50

bolsa
Doadores estão sendo encaminhados ao Hemepar de Curitiba, que também está fornecendo sangue aos hospitais da região, com prioridade para urgências e emergências. Unidade deve voltar a operar em 30 dias.

A Secretaria de Estado da Saúde determinou a paralisação das atividades do hemocentro que serve a região do Litoral, em Paranaguá. De acordo com o diretor da 1ª Regional de Saúde, José Carlos Abreu, o fechamento é cautelar e vai ser importante para fazer uma reciclagem geral no serviço.
Inicialmente, foi criado um plano de contingência com suspensão da coleta de sangue. Os doadores que estão se apresentando na Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) são encaminhados para o Hemepar em Curitiba, inclusive com apoio no transporte. Nos hospitais da região, está sendo dada prioridade aos atendimentos de urgência e emergência, mas o diretor da Regional de Saúde garante que não faltará sangue em nenhum local.
A decisão se baseou em um trabalho feito pela Vigilância Sanitária do município com apoio da Vigilância estadual. A enfermeira do Hemepar, Liana Andrade Labres de Souza, explica que serão tomadas várias providências, como a revisão dos processos de trabalho, instalação de novos equipamentos e requalificação da equipe. Apesar da necessidade de melhorias internas, não foi constatado nenhum problema grave com pacientes.
A unidade atende cerca de 300 pessoas a cada mês. Abreu explica que ela deverá ficar fechada por até 30 dias. A paralisação, afirma, foi feita para garantir a qualidade dos serviços prestados no Litoral e para atender os compromissos de eficiência e de transparência da gestão estadual.
“Todos os hospitais serão atendidos sem qualquer tipo de comprometimento na qualidade do sangue ofertado. A doação é um ato de generosidade e nós teremos todo o cuidado para atender às necessidades da população”, esclarece.

Últimas Notícias