Conselho de Administração do CHT pretende aprimorar ainda mais o atendimento à população
19/07/2019 - 14:10

CHT
O Conselho de Administração do Complexo Hospitalar do Trabalhador (CHT) realizou sua primeira reunião nesta quinta-feira (18). O objetivo foi discutir e aprovar projetos que ampliam e melhoram o atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde – SUS – nos hospitais que compõem o novo complexo em Curitiba.

O complexo é a união do Hospital do Trabalhador com outras unidades hospitalares/ambulatoriais. Desde 1º de julho, o Hospital de Reabilitação (HR) também foi incorporado, ampliando assim a cobertura, que era composto ainda pelo Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Labio-Palatal (Caif).

“Nossos pacientes dependiam da reabilitação em outro hospital que não fazia parte do complexo, o que dificultava a transferência e acompanhamento do paciente. Com a incorporação do HR, esses pacientes serão acolhidos dentro do próprio complexo pela mesma equipe médica e sob a mesma gestão. Importante ressaltar que o HR não vai receber apenas pacientes do HT, mas também, de outros prontos socorros para fazer a sua reabilitação lá”, explicou o diretor do Complexo Hospitalar do Trabalhador, Geci Labres Souza Junior.

Participaram da reunião a Secretaria de Estado da Saúde, o município de Curitiba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a Fundação da Universidade Federal do Paraná (FUNPAR).

O conceito no CHT é atender de forma especializada e otimizada, além de racionalizar o recurso público. “Isso é bom para as equipes hospitalares, porque se ampliam e contratam mais profissionais; e bom para o paciente que está no hospital adequado a sua necessidade sendo atendido por um profissional da mesma equipe. E é bom para o Governo, que utiliza o recurso público efetivamente na quantidade que o paciente precisa, sem desperdício” completou o diretor.

Para o secretário de Estado da Saúde, a reunião foi extremamente positiva, porque viabilizou a participação efetiva dos interessados, em busca de um melhor atendimento à população.  “É muito importante ressaltar o comprometimento e relevância da participação de todos os entes envolvidos, muitas pendências puderam ser resolvidas hoje para dar continuidade a esse grande projeto que agora é realidade, essas unidades juntas são mais fortes e se complementam”, afirmou Beto Preto.

Na opinião do professor Nelson Rebellato, diretor do Setor de Saúde da UFPR, a tendência é de que outros hospitais sigam o mesmo modelo. “Depois que essa administração assumiu, tirou o HT de uma condição insatisfatória para um dos hospitais de excelência do Paraná e talvez até do Brasil. Isso dá muita segurança para quem compõe este conselho do CHT”.

Segundo João da Silva Dias, diretor-superintendente da FUNPAR, a administração do HT tem servido de modelo até mesmo para a instituição. “Baseados nos processos de trabalho do HT, estamos fazendo uma série de reestruturações internas visando aprimorar ainda mais a qualidade dos nossos serviços. Isso gerou maior profissionalização na Fundação.”

“Vejo que o novo Complexo Hospitalar do Trabalhador possui um enorme potencial de ampliar a oferta de serviços com qualidade e excelência aprimorando a rede de hospitais, não apenas para Curitiba e Região Metropolitana, mas para todo Paraná. Racionalizar recursos passa por integrar serviços e melhorar a sua gestão”, finalizou ainda o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Últimas Notícias