Cosems integra ações de combate à dengue no Paraná
22/01/2020 - 12:30

Cosems
A Coordenação de Vigilância Ambiental da Secretaria da Saúde do Paraná participou nesta quarta-feira (22) de reunião com apoiadores do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems-PR) para atualização das informações sobre a situação da dengue.

O Cosems, que integra o Comitê Intersetorial da Dengue no Paraná, atua com apoiadores junto aos municípios e ampliará a divulgação das medidas preventivas e suporte técnico e estratégico aos municípios.

“Como representação dos 399 municípios paranaenses, o Conselho de secretários está engajado nas ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, acompanhando de perto as atividades em cada cidade. Neste momento, estamos articulando movimento para que os municípios apoiem uns aos outros. As cidades com menor registro de casos de dengue podem auxiliar as que estão em epidemia ou alerta para a dengue”, explicou a coordenadora técnica do Cosems, Marina Martins.

Em reunião do Comitê Intersetorial da Dengue nesta semana, o presidente do Consems, Carlos Andrade, já havia afirmado a disposição da entidade em participar de forma ativa no combate que está sendo realizado pelo Governo Estadual e coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde. “Estamos em contato direto com os prefeitos e os secretários municipais de saúde. Sentimos o problema da dengue “na ponta”, afetando moradores e atingindo números alarmantes, por isso estamos com toda nossa equipe envolvida”, afirmou o diretor.

Combate - O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, disse que uma grande mobilização acontece nesta semana, envolvendo as 22 Regionais de Saúde. “São várias ações que reforçam a orientação de que 80% dos criadouros do mosquito da dengue são removíveis; estão nas casas, nos quintais, nos terrenos baldios, nos pátios das empresas e podem ser eliminados. Por isso a necessidade de chamarmos a atenção para as informações de prevenção; principalmente a de se evitar pontos que possam acumular de água parada”.

Beto Preto salientou que em Florestópolis, Nova Cantu e Quinta do Sol, onde técnicos da vigilância municipal e estadual realizaram um trabalho técnico de remoção, houve redução do índice de infestação nos imóveis. “Estamos chamando a atenção para a luta contra a dengue em todas as regiões; em todos os municípios. Precisamos de todos neste trabalho; a participação individual e coletiva é determinante neste combate”, complementou o secretário de Saúde do Paraná.

Últimas Notícias