Doações transformam atendimento do Hospital Regional do Litoral e fazem da unidade referência para tratamento da Covid-19
30/04/2020 - 12:00

Gestores, empresas e representantes de instituições públicas estão envolvidos num grande esforço para atravessar a crise do coronavírus. E bons exemplos de apoio e parcerias acontecem em todas as regiões do Estado; um deles está em Paranaguá, no Hospital Regional do Litoral, que transformou sua estrutura de atendimento a partir de doações de empresários que operam no Porto de Paranaguá, junto a APPA (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina), do Ministério Público e da Justiça Federal.

As doações somam cerca de R$ 4,5 milhões e já possibilitaram a aquisição de equipamentos e insumos médicos para a unidade hospitalar.

O hospital, que no início da pandemia implantou quatro leitos de UTI exclusivos para Covid-19, tem hoje dez UTIs completas para o tratamento, além de dez leitos de cuidados intermediários e 21 leitos de Pronto Socorro, que também atendem cuidados intermediários, com equipes multiprofissionais e especialistas em todas as alas.

“É um modelo de parceria exemplar; une as esferas da união e o empresariado local, todos entendendo que o momento é de somar esforços para o enfrentamento da pandemia. Em nome do Estado, do governador Ratinho Júnior, agradecemos estas ações”, afirma o secretário de Estado Saúde, Beto Preto.

O secretário disse ainda que a estrutura permanecerá no HRL, à disposição da população da região, após o período da pandemia. “A unidade faz parte da rede de hospitais próprios do estado, com gestão da Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná, a Funeas, e participamos desta reestruturação com a disponibilização de profissionais e insumos médicos”, complementou o secretário.

Regional – O Hospital Regional do Litoral atende sete municípios da 1ª Regional do Litoral, com uma população flutuante de 450 a 700 mil habitantes. Em período de temporada, a soma da população e turistas chega a dois milhões de pessoas.

O diretor da instituição, Giovani Souza, conta que o projeto de construção do hospital favoreceu a rápida transformação dos leitos em UTIs. “Quando o HRL foi construído foram colocados sistemas de oxigênio e ar comprimido em todos os leitos, bastando agora instalar os equipamentos de respirador e monitor para transformar o leito de enfermaria em leito de UTI; isso é uma grande vantagem; hoje diante da pandemia já colocamos em funcionamento novas UTIs e outras podem ser acionadas em agilidade”, disse o diretor.

“É uma segurança para a população ter conhecimento de todas essas informações e possibilidades que reforçam a preparação da instituição no caso de uma necessidade maior diante da pandemia e também na rotina do atendimento assistencial e especializado”, destacou Giovani Souza.

Com o apoio do empresariado do Litoral, da APPA e dos poderes públicos, o Hospital já recebeu de 30 camas hospitalares, dois detectores fetais, aparelho de ecografia e de raio-x digital, estrutura de 21 pontos de oxigênio, 20 oxímetros de mesa, dois broncoscópios, duas sondas doppler fetal, monitores, além de poltronas para pacientes, aparelhos de ar condicionado e geladeiras para insumos. “É importante ressaltar que a aquisição foi feita pelos doadores e que em momento nenhum os valores passaram pelo Hospital; indicamos os equipamentos necessários e os recebemos como doação”, esclareceu o diretor.

Outros equipamentos estão sendo providenciados e serão adquiridos de acordo com a disponibilidade do mercado.

Plano Regional – O diretor Giovani Souza explicou ainda que a estrutura do HRLl integra o Plano Regional de Contingências, que abrange outras estruturas e profissionais dos sete municípios do Litoral. “Nosso plano inclui ações que podem ser adotadas em todos os graus da pandemia, podendo inclusive transferir e transportar imediatamente pacientes que estejam no HRL, internados com outras enfermidades, para as cidades vizinhas, liberando o Hospital regional só para a Covid-19”, destacou.

O gabinete regional de gerenciamento de crise está montado e realiza reuniões semanais, com a participação, além do HRL e 1ª Regional de Saúde de Paranaguá, Administração dos Portos de Paranaguá, do Samu, Corpo de Bombeiros, secretarias municipais de Saúde, empresariado e organizações civis da região.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias