ERRATA - Boletim Coronavírus – 25 casos seguem em investigação
06/03/2020 - 12:00

A Sesa informa correção no boletim coronavírus publicado hoje, 06/03/2020.

O boletim do coronavírus no Paraná registra hoje (06) 25 casos suspeitos, em investigação. Todos estão com sintomas respiratórios leves, sendo acompanhados em domicílio.

Os casos estão notificados nos seguintes municípios: 13 em Curitiba, 4 em Londrina, 3 em Maringá, 2 em Cascavel, 2 em Foz do Iguaçu e 1 em Santo Antonio do Paraíso.

Hoje a Secretaria da Saúde do Paraná divulgou Nota Informativa reforçando orientações diante de casos suspeitos. A nota publicada pela Diretoria de Atenção e Vigilância em Saúde destaca que “em de caso de suspeita de infecção pelo coronavírus, a pessoa deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) ou a Unidade de Pronto Atendimento na rede municipal ou ainda um Pronto Socorro na rede particular;só após a avaliação e classificação do risco, a pessoa é encaminhada para um hospital de referência, caso seja constatada a necessidade”.

A publicação ressalta que 81% dos casos da doença pelo coronavírus são leves e que “é recomendado isolamento no domicílio enquanto o paciente apresentar os sintomas, e após prescrição médica, com alerta para os sinais de gravidade, orientação ao paciente e familiares sobre medidas de prevenção da transmissão de doenças respiratórias, notificação e coleta da amostra para diagnóstico laboratorial”.

COE
COE SESA - Nesta sexta-feira (6) a reunião de atualização das informações sobre a Covid-19 foi realizada com a participação do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção à Saúde Pública (CAOP SAÚDE) do Ministério Público do Estado. O Centro de Operações em Emergências (COE) da Secretaria de Estado da Saúde tem se reunido constantemente para discutir e debater a situação dos casos notificados que estão em investigação no Paraná.
 

O COE é formado por representantes de todas as áreas da Sesa e de instituições que sejam de interesse público. Os encontros do COE são realizados constantemente desde que o primeiro caso suspeito foi notificado no estado.

Participaram nesta sexta-feira (6): assessora jurídica do CAOP, Elaine Piekarski, diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes, coordenador do COE, Laurina Tanabe; e representantes: do Lacen, Célia Fagundes da Cruz, da Atenção Primária em Saúde, Sidneya Svierdsovski, da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria da Saúde, Rosana Aparecida Piler, da Diretoria de Gestão em Saúde, Raquel Bampi e Maisa Mendes; do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), Ana Santana, da Ouvidoria Geral da Saúde, Angélica Koerich, do Núcleo de Comunicação Social, Mônica Candéo Iurk, da Atenção e Vigilância em Saúde, Elaine Cristina Vieira e João Luis Crivellaro.

Últimas Notícias