Hospital do Trabalhador recebe ortopedistas norte-americanos
28/10/2019 - 17:10

ht

O Complexo do Hospital do Trabalhador (CHT), que faz parte das unidades próprias do Estado, recebeu três ortopedistas norte-americanos nesta segunda-feira (28), em Curitiba. Apurva Shah (Philadelphia), Vidyadhar Upasani (San Diego) e Colleen Sabatini (San Francisco) ficaram no ambulatório de ortopedia pediátrica do Hospital do Trabalhador (HT) para uma reunião clínica e atendimentos de pacientes. 

Os médicos fazem parte de um programa de colaboração entre a Sociedade de Ortopedia Pediátrica da América do Norte (POSNA) e a Sociedade Latino Americana de Ortopedia Pediátrica (SLAOTI), que irá visitar três países da América Latina: Brasil, Argentina e Chile. A cidade escolhida no Brasil foi Curitiba, e as instituições a serem visitadas foram o HT e o Hospital Pequeno Príncipe, na capital do Estado.

Para Geci Labres Souza Júnior, diretor do CHT, o fato da instituição ser uma referência para os demais hospitais, foi imprescindível para ser destacado pelo grupo. “O Hospital do Trabalhador foi escolhido pelo volume de atendimentos no trauma pediátrico e os resultados obtidos. Muitas crianças vêm até aqui, desde atendimentos considerados simples, até cirurgias mais complexas e próteses”. disse.

ATENDIMENTOS – O HT realiza mensalmente cerca de sete mil atendimentos ortopédicos, sendo 10% destinados à ortopedia pediátrica, variando entre consultas e cirurgias em todos os graus de complexidade. A equipe médica da ortopedia do hospital é composta por quatro médicos e oito residentes.

“Momentos como este nos deixam muito felizes, pois demonstram a qualidade dos profissionais e dos equipamentos utilizados pelo hospital. O fato de médicos americanos estarem vindo visitar nossa casa é um motivo de orgulho para todos nós do governo do Paraná”, finalizou.

Weverley Valenza, chefe do serviço de ortopedia do HT, também falou sobre a importância desta visita. “O grande volume de cirurgias e de traumas atendidos no Hospital do Trabalhador chamou a atenção desses médicos que agora poderão levar inovação e excelência para usar na sua prática diária de ortopedia nos Estados Unidos”, comentou.

Últimas Notícias