Saúde destina R$ 5,6 milhões para reforçar serviços na Operação Verão Maior
21/12/2019 - 12:10

Verão Maior
A área da saúde da Operação Verão Maior da temporada de férias receberá um grande investimento em relação aos anos anteriores. Serão destinados R$ 5,6 milhões para reforçar e qualificar o atendimento à saúde nos municípios paranaenses que recebem muitos turistas no verão. O valor é R$ 900 mil a mais do que foi direcionado na última operação.
O lançamento e a abertura do Verão Maior aconteceu neste sábado (21), no município de Matinhos, no litoral do Estado, pelo vice-governador Darci Piana, e segue até 1º de março de 2020.
O governador Ratinho Júnior afirma que a proposta é melhorar as condições de serviços e levar ao alcance do cidadão paranaense extensões das secretarias de Estado e também entretenimento para regiões que concentram mais pessoas no período. “Será o maior verão da história do Paraná, com uma série de atrativos que farão com que os turistas conheçam ainda mais o nosso Estado, do Litoral à Costa Oeste” ressalta Ratinho Júnior. 

Nesta temporada a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) reforça a assistência e a qualificação dos serviços médicos e de enfermagem, assim como os serviços de atenção e vigilância em saúde nos municípios de veraneio. “Essa flutuação de pessoas ocasiona sobrecarga de serviços e por isso resolvemos ampliar os investimentos para que os municípios estejam preparados para atender eventuais ocorrências”, esclarece o secretário de Saúde, Beto Preto. 

REFORÇO – Sete municípios do litoral receberão valores para custear 6.079 plantões de 12 horas cada, o que totaliza 72.948 horas a mais de trabalho no período da Operação. Cada um dos municípios contratou médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem para reforço em plantões. Serão aportes para os hospitais de Antonina, Matinhos, Morretes e para os Pronto-Atendimentos e Unidades de Saúde de Guaraqueçaba, Guaratuba, Paranaguá (Ilha do Mel) e Pontal do Paraná. 

Além de pessoal, a Sesa reforçará o transporte terrestre com três ambulâncias UTIs móveis e no transporte aeromédico um helicóptero será deslocado e terá a base em Matinhos e um avião da Rede Paraná Urgência fará a retaguarda para o transporte de pacientes. A Unidade de Pronto Atendimento de Matinhos foi reestruturada para a pista de pouso de helicóptero. 

“Para fortalecer o atendimento dessa população, aumentamos o recurso em quase R$ 1 milhão com objetivo de melhorar a qualificação dos profissionais que vão prestar atendimento à população e serviços e quantidade de insumos, materiais médicos hospitalares para oferecer assistência mais fortalecida aos veranistas”, explicou a coordenadora de Atenção à Urgência da Secretaria de Estado da Saúde, Beatriz Ferreira Monteiro Oliveira.

O secretário ressaltou ainda a importância do cuidado com a dengue neste período e fez um chamamento dos veranistas e paranaenses sobre a necessidade de eliminação dos criadouros. "Precisamos da ajuda de todos, principalmente neste período de verão. É importante que a população não deixe água parada, retire e limpe possíveis locais de foco da criação do mosquito. A dengue mata", enfatizou Beto Preto.

BALANÇO – O Programa Operação Verão foi criado pelo Poder Executivo com o objetivo de fortalecer os serviços públicos no período em que algumas cidades têm um aumento populacional. O valor destinado para a saúde na próxima operação é superior aos investimentos dos anos anteriores: em 2018/2019 foram R$ 4,7 milhões e em 2017/2018 R$ 4,1 milhões. O montante é calculado a partir da quantidade de dias da Operação; custos das diárias para os profissionais deslocados; material médico hospitalar e insumos. Na última operação foram aproximadamente 17 mil atendimentos em hospitais, 6 mil ocorrências atendidas pelo SAMU e 35 atendimentos aeromédicos.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias