Secretários de Saúde e Segurança Pública assinam plano de ação integrada para enfrentamento à Covid-19
21/05/2020 - 14:46

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, e o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, coronel Romulo Marinho Soares, assinaram nesta terça-feira (19) um plano de ação integrada para enfrentamento à Covid-19 nas carceragens de delegacias de polícia e penitenciárias do Paraná.

O plano estabelece regras e fluxos de encaminhamentos para isolamento, além da implementação dos cuidados médicos necessários em relação aos presos que apresentem algum sintoma suspeito da doença, seja no contato ou manejo destes.

“Vamos começar a operar um contingenciamento de ações dentro das carceragens do Estado, contando com o apoio da Fundação Araucária e da Superintendência de Ensino Superior e Tecnologia do Paraná. Isso demonstra que para o combate do coronavírus aqui no Estado, todas as estruturas do Governo devem conversar e se ajudar”, disse Beto Preto.

Segundo ele, a determinação de junção de forças entre as secretarias cumpre determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Tenho certeza que destas parcerias, teremos outras ações indicativas de recuperação de pessoas, além de novos horizontes e uma esperança que se abre de poder passar por esse momento tão difícil. Reitero aqui o espírito de cooperação dentro do governo Ratinho Junior, que colocou todas as esferas governamentais para conversar e se unir no combate a esta pandemia”.

SEGURANÇA PÚBLICA – O secretário de Segurança Pública, coronel Romulo Marinho Soares agradeceu a parceria entre as pastas e ressaltou a importância da colaboração de todos neste momento. “Para nós é muito importante o que fizemos aqui hoje. Esse plano será nossa referência e nosso norte para que toda semana possamos ajustar o que deve ser feito. Desde o início da pandemia a Sesp tem se debruçado de maneira a buscar as melhores formas de combate, junto com a Saúde”, disse.

Na ocasião, Marinho citou ações recentes da Secretaria da Saúde em colaboração aos profissionais de segurança do Estado. “Nós recebemos recentemente as vacinas da gripe pela Sesa para nossa equipe de segurança pública e sistema prisional, além dos testes rápidos de Covid-19 para podermos fazer a verificação nestes profissionais. Este plano com certeza será referência e para Sesp essa integração, união e esforço coletivo é muito importante”, afirmou.

O plano de ação integrada prevê medidas de isolamento de presos, desde a triagem (ao ser preso) até o tratamento daquele que apresentar sintomas ou a doença propriamente dita. Também sobre a remoção de presos, avaliação, bem como orientações gerais em relação à doença.

AÇÕES – Desde março deste ano, a Secretaria da Segurança Pública têm adotado medidas de prevenção no sistema prisional em todo o Estado. Ações como restrição de visitas, limpeza contínua de ambientes, higienização de viaturas e veículos de remoção, produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), que já chegou a mais de 300 mil, foram adotadas. Ainda, juntamente com a Secretaria da Saúde, foram viabilizadas vacinas para efetivo e presos, além da parceria para atuação dos profissionais de saúde juntamente com os da segurança. As ações foram intensificadas com a publicação da Resolução nº 064 de 20 de março de 2020, baseada no decreto do governador.

PRESENÇAS – Estiveram presentes o delegado-geral da Polícia Civil do Paraná (PCPR), Silvio Jacob Rockembach, o assessor de gabinete da Sesa, César Neves, a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes, e a coordenadora de Organização da Rede em Cuidados da Saúde, Carmen Moura.

 

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias