Sesa dá continuidade ao projeto de educação em salas de vacinas
18/11/2019 - 18:40

salavacina

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) através da Divisão de Vigilância do Programa de Imunização promove a partir desta terça-feira (19), um Curso de Atualização em Salas de Vacinas na Escola de Saúde Pública do Paraná, em Curitiba. A capacitação faz parte do projeto de educação permanente iniciado no 1º Seminário Estadual de Imunização realizado na última semana.

 

“A constante mudança no calendário nacional de vacinação justifica a realização da educação permanente destes profissionais. Nossa missão é continuar qualificando para melhor atender todos os usuários do SUS”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

O objetivo do curso é preparar os profissionais de saúde para desenvolverem ações do Programa Nacional de Imunizações e atingir a meta das coberturas vacinais em todos os municípios do Estado, com qualidade e segurança para a população.

Ao longo desta semana serão capacitados 80 profissionais da 2ª Regional de Saúde do Estado, que atuam em salas de vacinas e na vigilância em saúde, auxiliares de enfermagem, técnicos de enfermagem e enfermeiros, dando continuidade ao projeto de educação permanente para atualização em sala de vacinas.

Para o diretor da 2ª Regional de Saúde, José Dalmi Dissenha, diante da reemergência de doenças como o sarampo e a chegada da febre amarela ao Sul do País, se faz necessário o constante aprimoramento das técnicas a serem executadas nas salas de vacina. “Considero de suma importância este curso que confere ainda mais capacitação aos nossos valorosos profissionais de saúde, visando mais segurança e confiabilidade ao ato de vacinar. Este é um ato de amor ao próximo, mas também de proteção à coletividade”.

A chefe da Divisão de Vigilância do Programa de Imunização, Vera Rita da Maia, comentou sobre a importância da orientação aos profissionais da área. “A indicação e informação correta para a população sobre a importância de manter atualizado o cartão de vacinação em todas as fases da vida a fim de prevenir as doenças imunopreveníveis eliminadas e ou controladas é de extrema importância para a credibilidade do Programa de Imunização no Estado”.

TURMAS - A primeira turma conta com inscritos dos municípios de Agudos do Sul, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo Magro, Contenda, Itaperuçu, Lapa, Rio Branco do Sul, Rio Negro e Tunas do Paraná. No mês de dezembro deste ano e fevereiro de 2020 haverá mais quatro turmas da 2ª Regional, totalizando cerca de 340 participantes.

Últimas Notícias