Sesa promove I Encontro Regional de Vigilância e Prevenção da Raiva em Francisco Beltrão
12/11/2019 - 17:47

prevencao

A Secretaria de Estado da Saúde através da 8ª Regional de Saúde, em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), promoveu o I Encontro Regional de Vigilância e Prevenção da Raiva no município de Francisco Beltrão nesta terça-feira (12).

A raiva é uma doença grave e pode provocar a morte do paciente. No caso de contato com um animal suspeito, a pessoa deve lavar o local com água e sabão e procurar imediatamente um serviço de saúde. O objetivo do evento foi sensibilizar a todos os envolvidos sobre a importância do seu papel na prevenção, reconhecimento e controle da raiva dos herbívoros.

Entre as principais orientações transmitidas, destaca-se a necessidade de manter seus animais sempre vacinados contra a raiva, a importância de comunicar a Adapar quando algum animal se apresentar caído ou com dificuldade de locomoção e também no caso de suspeita de que algum local da propriedade possa estar servindo de abrigo para morcegos.

A coordenadora do Programa Estadual de Controle da Raiva, Tatiane Brites Dombroski, orienta que “todos os profissionais devem estar atentos ao histórico do paciente, verificando se a pessoa esteve exposta a alguma situação de risco e seguir o protocolo de atendimento antirrábico rigorosamente, avaliando caso a caso”.

O evento foi realizado na Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná - AMSOP e teve a presença de 80 participantes. Foram abordadas as atividades da Adapar e da Sesa na vigilância e controle da Raiva e também foi apresentado o relato dos casos de raiva no município de Ampére - que ocorreram de junho a setembro de 2019.

PARTICIPAÇÕES – Estiveram presentes profissionais da Divisão de Zoonoses e Intoxicações da Sesa, Laboratório Central do Estado (Lacen), médicos veterinários, enfermeiros e demais técnicos de secretarias municipais de saúde e da Adapar atuantes nos municípios da região.

Últimas Notícias