Vacinação contra febre amarela continua em todo Paraná
13/06/2019 - 17:00

AMARELA_FEBRE
O boletim epidemiológico divulgado hoje pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública registra 17 casos confirmados de febre amarela no Paraná. O informe anterior apresentava 16. O novo caso confirmado agora ocorreu em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba.

Por isso, a Secretaria da Saúde do Paraná segue com as ações de combate contra a febre amarela, principalmente, com a vacinação em todas as unidades de saúde.

“Reforçamos a importância da vacinação contra a doença; mesmo com a aproximação do inverno não podemos nos descuidar e a imunização é fundamental. A febre amarela é transmitida pelo mosquito infectado e todos estamos sujeitos a ela. A vacina é segura e continua sendo a principal arma contra a doença”, afirma a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesa, Acácia Nasr.

O público-alvo para vacinação são pessoas a partir de nove meses de idade até 60 anos, que não tenham comprovação anterior de vacinação; uma dose única da vacina é suficiente para proteção por toda a vida.

Dados – Entre 1º de julho de 2018 até agora, o Paraná aponta um óbito por febre amarela. Esta morte ocorreu no dia 6 de março, tendo como município de residência e local provável de infecção o município de Morretes. Ao todo, foram notificados 467 casos e 76 continuam em investigação.

Hospedeiro – O boletim também soma 42 casos de epizootias (mortes) em macacos, contra 33 do anterior. As novas ocorrências foram 4 em Jaguariaíva, 2 em Carambeí, 1 em São José dos Pinhais, 1 em Campo Largo e 1 em Balsa Nova.

Assim como o homem, os macacos são picados pelo mosquito e contaminados pelo vírus. Segundo Acácia Nasr, a morte de primatas é um alerta sobre a necessidade de vacinação da população humana na região, “por isso ressaltamos a necessidade da imunização”.

Multivacinação - A Secretaria Estadual da Saúde realiza em agosto, conforme orientação do Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente e a Vacinação contra Sarampo e Febre Amarela.

Será no período de 5 a 23 de agosto, sendo dia 17 de agosto, o dia de mobilização nacional. “Vamos atualizar a situação vacinal de crianças até 9 anos e adolescentes de 10 até 14  anos, 11 meses e 29 dias”, informa a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes.

“No Paraná, o alvo será a imunização contra a febre amarela em virtude da situação atual. Com apoio dos municípios, a intensificação acontecerá de forma seletiva, com busca ativa por aqueles que nunca receberam a dose da vacina”, explica a diretora.

Últimas Notícias